42098 0

Mazda atinge melhor 1º Trimestre de sempre

A Mazda estabeleceu um novo recorde no 1º Trimestre do presente Ano Fiscal (2017-18) em termos de volume de vendas, comercializando um total de 377.000 unidades a nível global, com isso ultrapassado o anterior máximo registado no período de 1 de Abril a 30 de Junho de há um ano. A elevada procura pelo novo Mazda CX-5, modelo que está já disponível na maioria dos seus principais mercados da Europa*, bem como no Japão, América do Norte e Austrália, contribuiu para este crescimento do construtor japonês.

Em termos de regiões, a China assumiu a liderança, registando um aumento de vendas de 20% no trimestre face a igual período de há um ano, correspondendo a 71.000 unidades. Segue-se o Japão, mercado onde os 41.000 veículos vendidos correspondem a um aumento de 5%.

Já em termos de resultados líquidos, estes evoluíram 72% para ¥ 36.600 milhões (€ 300 milhões**), numa receita que cresceu 3% para ¥ 802.100 milhões (€ 6.570 milhões). A Mazda registou, assim, um lucro operacional de ¥ 39.900 milhões (€ 327 milhões).

Mantendo-se atenta à evolução do mercado automóvel mundial, a Mazda tem como objectivo acelerar o ritmo das vendas e atingir um crescimento sustentável em volume de 50.000 veículos por ano, nomeadamente através do contínuo aumento da flexibilidade da produção e também pela crescente aposta na sua capacidade de construção de crossovers. Para além de estar prestes a ver concluída a expansão da sua fábrica de Hiroshima, prevê arrancar com a produção do novo CX-5 nas instalações de Hofu em Outubro próximo.

Recorde-se que a popular gama “CX” da Mazda representou 39% do seu volume de negócios durante o anterior Ano Fiscal, significando uma parcela crescente das suas vendas globais. Na continuidade do roll-out global do novo CX-5, a Mazda desvendou, também, o seu novo CX-8, uma SUV com três filas de bancos, modelo cujo lançamento no Japão está agendado para o final do presente ano.

As previsões da Mazda para o corrente Ano Fiscal, que terminará a 31 de Março de 2018, mantêm-se inalteradas: um crescimento de vendas a nível global de 1,6 milhões de unidades, um resultado operacional de ¥ 150.000 milhões (€ 1.270 milhões) e uma receita líquida de ¥ 100.000 milhões (€ 847 milhões), todos eles representando um crescimento face ao anterior Ano Fiscal de 2016-17.


Bruno Fonseca

Notícias Relacionadas

ESET assegura patente histórica pelo novo sistema de encriptação

A ESET recebeu uma patente histórica pelo inovador sistema de encriptação de dados DESlock por parte da agência responsável pela emissão de patentes nos Estados Unidos (United States

Novas Soluções e Serviços NetApp para o Sucesso dos Clientes com o Poder da Cloud Híbrida

A Arrow anuncia a disponibilidade das novas soluções de cloud híbrida da NetApp que dão aos clientes uma capacidade sem precedentes de usar dados para obterem vantagens competitivas.

startups vencedora do Protechting em Portugal ganha concurso de inovação na China

A Bdeo, uma das startups vencedoras do Protechting  conquistou o primeiro lugar na final do Protechting Innostar, uma competição de inovação promovida pelo Grupo Fosun em conjunto com o

RTI-C e NEC iniciam a construção do Sistema de Cabos Submarinos HK-G

A RTI e a NEC anunciaram o início oficial da construção do sistema de cabo submarino de Guam a Hong Kong. O cabo submarino de 3.900 km, com

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *