18818 0

MasterCard Usa Host Card Emulation (HCE) para Pagamentos Móveis com Tecnologia NFC

A MasterCard anunciou que vai publicar uma especificação que potencia o Host Card Emulation (HCE) – emulação de cartões – para transações de pagamentos seguras através de tecnologia Near Field Communication (NFC). A abordagem vai permitir que os consumidores possam usar facilmente os seus cartões MasterCard nos seus telemóveis com NFC para efetuar pagamentos sem contacto. Atualmente existem mais de dois milhões de pontos de venda que aceitam pagamentos sem contacto em 63 países, incluindo Portugal.

Como arquitetura aberta, o HCE permite que pagamentos e outros serviços NFC – incluindo programas de fidelização, acessos a edifícios ou livre-trânsito – possam ser disponibilizados sem utilizar o elemento seguro (Secure Element). A especificação desenvolvida no último ano com o Capital One e o Banco Sabadell representa um marco significativo na indústria que, em conjunto com o apoio da MasterCard a implementações SE integradas e baseadas em SIM, vai impulsionar a maior disponibilidade de pagamentos móveis sem contacto para os consumidores.

“Hoje em dia os consumidores fazem compras e pagam da forma que melhor se adequa às suas necessidades e estilos de vida – e a partir de qualquer dispositivo que possuam. Para responder a essa expectativa, necessitamos de acelerar a disponibilidade de serviços no mercado. O uso do HCE disponibiliza uma base futura muito atrativa para o lançamento de um número crescente de ofertas baseadas na tecnologia NFC,” afirmou James Anderson, Group Head, Emerging Payments da MasterCard. “Continuamos a estabelecer os standards e a disponibilizar as soluções aos nossos parceiros e clientes para oferecer excelentes experiências de utilização para pagamentos digitais protegidos e seguros.”

Como um aspeto fundamental do processo de desenvolvimento da especificação, a MasterCard trabalhou com o Capital One num programa-piloto inicial e com o Banco Sabadell num programa-piloto europeu. Os pilotos ajudaram a informar a MasterCard e as aprendizagens adquiridas vão abrir caminho a outros pilotos planeados para este ano, com outras instituições financeiras, em todo o mundo.

“Para o Capital One, o piloto serviu para explorar novas formas de disponibilizar comercialmente uma oferta baseada em NFC e guardar dados em segurança. Temos uma parceria longa com a MasterCard, e continuamos a trabalhar em conjunto para oferecer soluções inovadoras para os nossos clientes bancários,” afirmou Jack Forestell, Executive Vice President, Digital Solutions, do CapitalOne.

“Estamos extremamente satisfeitos com a simplicidade e rapidez com que os participantes no piloto foram capazes de adicionar os seus cartões de pagamento aos seus telemóveis com NFC,” comentou Albert Figueras, Credit Cards and Consumer Finance Manager do Banco Sabadell. “Como um dos bancos mais inovadores da Europa, é importante que continuemos a ir ao encontro das necessidades dos nossos clientes nesta sociedade digital em rápida evolução.”

O uso de tecnologia NFC em smartphones facilita o pagamento sem contacto de forma simples e segura. Os pagamentos sem contacto são mais rápidos que o pagamento em dinheiro (tendo que aguardar pelo troco). Desde 2012, a MasterCard registou um crescimento de 180 por cento no número de comerciantes – das grandes empresas de distribuição às lojas de conveniência, postos de combustíveis, mercearias, farmácias, máquinas automáticas, parques de estacionamento, táxis, etc. – que permitem fazer pagamentos sem contato.

O HCE assenta no sistema operativo Android OS KitKat 4.4, que começou a ser distribuído em Novembro de 2013 e continua a ser instalado nos dispositivos inteligentes mais populares. A abordagem da MasterCard combina software específico no equipamento móvel com um processamento altamente seguro na nuvem. Isto simplifica muito e acelera o processo de desenvolvimento de ofertas móveis com NFC pelas instituições financeiras que emitem cartões para os consumidores. A MasterCard planeia publicar as suas especificações de pagamento remoto seguro durante a primeira metade de 2014.


Bruno Fonseca

Bruno Fonseca

Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Notícias Relacionadas

Estudo da Aon prevê aumento de ataques cibernéticos em 2017

A Stroz Friedberg apresenta o seu mais recente Estudo “2017 Cibersecurity Predictions”. Os resultados apontam para uma maior incidência dos ataques cibernéticos, fortes impactos ao nível da regulação

IBM Faculty Award 2012 atribuído a Professor da FEUP

A IBM atribuiu o prémio Faculty Award 2012 ao Professor Catedrático da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), João Falcão e Cunha. O papel decisivo e

OutSystems Lança Platform 9 Amsterdam

A OutSystems acaba de anunciar uma actualização da plataforma OutSystems, que permite simplificar os processos de negócio, através de aplicações totalmente customizadas. Esta nova versão da OutSystems Platfrom

True-Skills certifica Profissionais em Quality Assurance para mercado internacional

Nos dias 19 a 23 de Novembro decorre em Lisboa o Certified Tester Advanced Level – Test Manager, com organização da True-Skills, empresa do universo Olisipo especializada em

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *