Lisbon Challenge procura as melhores startups de tecnologia do mundo

7216
0
Share:

A Beta-i abre amanhã as candidaturas para o Lisbon Challenge Spring ’15, um dos mais ambiciosos programas de aceleração da Europa, que vai juntar em Lisboa até 30 startups de base tecnológica de todo o mundo, a partir de 27 de março. As inscrições para este desafio que pretende capacitar as startups selecionadas para o crescimento, internacionalização e captação de financiamento a curto prazo abrem amanhã e terminam a 11 de Janeiro.

Nas últimas três edições, o Lisbon Challenge recebeu cerca de 1200 candidaturas de mais de 55 países para integrar o maior acelerador internacional em Portugal. Os seus alumni angariaram mais de 30 milhões de euros em investimento e três startups (Impraise, Orankl e Unbabel) foram convidadas a integrar o prestigioso acelerador YCombinator em Silicon Valley, nos EUA. O Lisbon Challenge também já criou mais de 50 empregos desde o seu início.

Durante esta nova edição, que tem início a 27 de março e termina a de de junho, as startups serão aceleradas durante três meses e terão oportunidade de desenvolver o seu negócio, de forma acelerada, com base num programa estruturado e validado e num ambiente fantástico de colaboração. No final, apresentam o seu negócio a investidores nacionais e internacionais em cinco cidades globais, como Lisboa, Londres, Nova Iorque, São Francisco e Tel-Aviv. Recebem ainda prémios em produtos e serviços no valor de 150.000€.

O Lisbon Challenge Spring ‘15 procura startups de base tecnológica em diferentes indústrias que estejam na fase de protótipo ou produto/serviço, com uma equipa sólida e com uma ambição global. Os participantes vão poder usufruir do aconselhamento e acompanhamento de 200 mentores de renome internacional, como Cliff Reeve, Microsoft Ventures, Michael Sieble, sócio do YCombinator e fundador da JustinTV, Myke Naef, fundador da Doodle, Adi Azaria, fundador da SiSense, ou Paulo Rosado, fundador da OutSystems, e que incluem ainda profissionais da Microsoft, Google, PayPal, Deloitte, SurveyMonkey, EDP Inovação, Critical Software e muitos outros, e de investidores da IC2Capital, Connect Ventures, Point Nine Capital, ACCEL Partners, Index Ventures, entre outros.

Pedro Rocha Vieira, Presidente da Beta-i, comenta: “Com cerca de metade de startups estrangeiras, o Lisbon Challenge é um dos programas de aceleração de startups mais internacionais do mundo. Desde o seu início, três startups portuguesas já integraram o YCombinator e sete foram investidas pelo Seedcamp. Isto é um sinal de que os empreendedores podem e devem pensar numa escala global e que o próximo gigante tecnológico pode sair de Portugal.”

O primeiro prazo de candidaturas termina já a 12 de Dezembro. Mais informações em www.lisbon-challenge.com

O Lisbon Challenge, organizado pela Beta-i, conta com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa, o Alto Patrocínio de Sua Excelência o Presidente da República, o apoio institucional do Governo de Portugal e da Comissão Europeia e é patrocinado pela Caixa Geral de Depósitos e Caixa Capital, Turismo de Portugal, IEFP, KIC InnoEnergy, EDP e Microsoft, entre outros.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário