Lexmark é líder de Managed Printed Services no Quadrante Mágico de 2013

10648
0
Share:

A Lexmark anunciou que voltou a ser eleita empresa líder pela conceituada consultora Gartner, Inc. no seu relatório “Magic Quadrant: Managed Print Services Worldwide”.

Neste relatório do Quadrante Mágico Gartner, a Lexmark foi avaliada como uma empresa com “uma visão abrangente” e com uma forte “capacidade de execução”. Segundo a Gartner, “os líderes disponibilizam Gestão de Serviços de Impressão, Managed Print Services (MPS) a um vasto número de clientes, incluindo as maiores empresas e geograficamente mais dispersas por isso deverão demonstrar um verdadeiro alcance global. Têm de demonstrar não só as suas capacidades para disponibilizar serviços de MPS hoje, como também ter o conhecimento, a iniciativa e os recursos para preparar os futuros MPS. Os líderes caracterizam-se pela capacidade de aumentar o alcance dos seus MPS com uma maior variedade serviços de valor acrescentado. Como resultado, é frequente serem selecionados por clientes de grandes e médias dimensões”.

A experiência e especialização da Lexmark em mercados verticais permitem à empresa fornecer MPS feitos à medida de indústrias específicas, como a banca, o retalho ou o sector fabril, entre outros. Os serviços MPS da Lexmark para sectores verticais caracterizam-se tanto pela excelência operacional na prestação do serviço e na gestão da infraestrutura global até às soluções de  otimização de negócio end-to-end que permitem aos clientes Lexmark melhor gerir os seus desafios no que toca à informação desestruturada.

Além disso, esta especialização da Lexmark em MPS para mercados verticais permite que os clientes melhorem os seus processos de negócio, o que conduz a um aumento da eficiência e produtividade e, por consequência, a uma melhoria da experiência do cliente.

Nos últimos 24 meses, a Lexmark competiu e ganhou 20 novos contratos de MPS com empresas que integram dois importantes rankings, o Global 500 e o Fortune 500, o que significa negócio adicional para a Lexmark.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário