Lameirinho assegura melhor informação de gestão com QlikView

11000
0
Share:

A QlikTech foi escolhida pela Lameirinho, empresa de produção de têxteis para o lar, para implementar uma solução que permitisse a consolidação e controlo dos dados gerados pelos diferentes departamentos. O objetivo era garantir que todos os dados estivessem bem organizados e disponíveis para consulta a todos os colaboradores que intervêm nos processos diários.

Com o desenvolvimento da sua atividade, a empresa sentiu necessidade de implementar uma ferramenta para a análise da sua informação, transversal a todos os departamentos. Numa fase inicial, as áreas visadas pela integração da solução de BI foram a Comercial e a de Marketing e, posteriormente, as áreas da Qualidade, Logística e Produção. Assim, decorrente da parceria estabelecida com a Porini na área dos Sistemas de Informação para a Produção e Desenvolvimento do Produto, foram encetadas algumas experiências, nomeadamente um “Seeing is Believing”, no sentido de perceber a capacidade da ferramenta de automatizar o processo de recolha de dados e disponibilizá-los de forma simples aos utilizadores.

Durante a instalação da plataforma QlikView, a palavra de ordem foi a simplicidade. Rapidamente, a solução demonstrou ser rápida e muito eficaz. De forma sistemática, os resultados começaram a ficar evidentes nos diversos departamentos por onde a solução começou a ser utilizada, e se antes havia alguma demora na recolha e sistematização dos dados, agora há informação fiável e atempada.

A implantação da solução QlikView permite à Lameirinho uma produção de melhor informação de Gestão. A sistematização da recolha de dados, a normalização da informação recolhida e a autonomia no desenvolvimento de novos indicadores.

Carlos Cunha, Diretor de Sistemas de Informação da Lameirinho, faz um balanço positivo: “o QlikView permitiu-nos com simplicidade e rapidez transformar os muitos dados em informação consolidada, com vista a suportar a gestão estratégica e tática dos negócios da nossa organização”.


Share:

Deixe o seu comentário