Konica Minolta na CeBIT 2015

10120
0
Share:

Após 9 anos de participação enquanto co-expositor, o bem-sucedido relançamento da CeBIT em 2014, colocando-a como uma feira de comércio especializado que visa exclusivamente o mercadoB2B, foi razão mais do que suficiente para que a Konica Minolta renovasse o compromisso para com este evento com o seu próprio espaço de exposição.

Processos documentais pouco estruturados têm um considerável impacto negativo nos negócios e acabam por custar desnecessariamente tempo e dinheiro. Estudos têm demonstrado que se gasta cerca de 50 porcento de tempo a procurar conteúdos específicos. Contudo, procurar determinada informação durante mais de meia hora equivale à perda do documento, dado que os custos de trabalho associados são superiores ao seu valor médio.Outros estudos revelaram que, durante um ano, 7,5 porcento dos documentos corporate desaparecem, o que significa que um documento em cada 14 é perdido.

Por forma a melhorar os processos com base em documentos, empresas de todos os tamanhos e setores de atividade dependem de sistemas ECM – Enterprise Content Management- como parte dos seus Managed Content Services. As empresas querem maximizar a sua produtividade, ao melhorar os seus fluxos de trabalho, e reforçar os processos digitais dos seus negócios, com vista a maior eficiência e acesso móvel a partir de qualquer lugar.

“Temos, contudo, consciência de que muitas empresas ainda veem grandes barreiras em escolher este caminho da digitalização. Além disso, o custo de impressão é apenas uma parte de um conjunto de custos de gestão documental”, afirma Olaf Lorenz, General Manager da divisão de Marketing Internacional da Konica Minolta. “A Konica Minolta apoia as empresas ao indicar uma estratégia de redução de impressão ao reduzir os custos operacionais e ao fornecer acesso à informação da forma mais eficaz possível. Ajudamos os nossos clientes a identificar e quantificar os fatores de custos, e reduzi-los e geri-los de forma eficaz”, afirma.

O primeiro passo é compreender os processos de negócio dos clientes em termos de gestão documental, seguindo-se a implementação de processos, softwares e hardwares melhorados. Uma vez terminadas estas etapas, a Konica Minolta ajuda a gerir e a atualizar estas infraestruturas.

“A abordagem da Konica Minolta tem em conta todo o processo de gestão documental. Este é o nosso campo de expertise, que fomos ganhando ao longo de 10 anos, e é a razão pela qual estamos a aumentar o nosso compromisso na área de MCS/ECM”, explica Olaf Lorenz.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário