Connect with us

Notícias

Lucros da Kaspersky Lab crescem 8%, atingindo 568 milhões de euros em 2017

Patricia Fonseca

Publicado a

A Kaspersky Lab cresceu de forma sustentável em 2017, tendo aumentado os seus lucros globais em 8% (valores não auditados. Segundo padrões IFRS), com um total de 568 milhões de euros. A segunda metade de 2017 foi um desafio para a empresa devido a agitações geopolíticas e acusações infundadas; no entanto, a confiança que os seus clientes e parceiros demonstraram na empresa permitiu que este fosse mais um ano de sucesso para o negócio.

O crescimento foi impulsionado pelo forte desenvolvimento do setor B2B da Kaspersky Lab (+13%). A empresa confirma um crescimento de 30% no segmento empresarial, 61% em non-Endpoint, e 41% em serviços de inteligência de cibersegurança. A Kaspersky Lab continua a ampliar o seu portfólio, introduzindo e melhorando soluções que previnem, detetam e respondem às ciberameaças mais sofisticadas, como EDR, e uma ampla gama de serviços profissionais. Atualmente, 69 empresas da lista Fortune 500 são clientes da Kaspersky Lab.

Para além disso, a área de B2C também se mantém relativamente estável, impulsionado por um forte desenvolvimento das vendas digitais, o que contribui também para o crescimento global dos resultados da empresa.

No mercado norte-americano, as contratações diminuíram cerca de 8% como consequência do clima geopolítico e das acusações infundadas que enfrentou a empresa. A nível mundial, os resultados cumpriram todas as expectativas, com crescimentos bastante sólidos em regiões como a América Latina (+18%), Rússia e CIS (+34%), META (+31%) e APAC (+11%). O Japão apresenta um crescimento moderado (4%), enquanto a Europa está ligeiramente abaixo das previsões (-2%).

A Kaspersky Lab lançou uma nova iniciativa de Transparência Global para, neste contexto geopolítico, dar resposta a qualquer dúvida que os clientes e os parceiros possam ter sobre os seus produtos e serviços. Desta forma, a empresa continua a defender os valores de confiança, transparência e responsabilidade a que já está associada há mais de 20 anos. Esta iniciativa inclui uma revisão independente do código fonte da empresa, atualizações de software e regras de deteção de ameaças; uma revisão independente dos processos internos de verificação da integridade das soluções e processos da empresa; três centros de transparência para 2020 na Ásia, Europa e América do Norte; e aumento das recompensas até 100.000 dólares por vulnerabilidade descoberta nos seus produtos.

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

1 Comentário

1 Comment

  1. Marcelo

    22 Janeiro, 2018 at 15:36

    Kaspersky é a maior companhia de antivírus de capital fechado. Essa empresa cresce ano após ano, muito em função da rede fiel de parceiros globais.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Últimas Notícias

Notícias1 dia atrás

QNAP lança novas placas PCIe QM2 para NAS

A QNAP expandiu o catálogo das placas de expansão PCIe QM2 com novos modelos que suportam até quatro ranhuras para SSDs M.2....

Notícias1 dia atrás

Altran quer atrair engenheiros de software internacionais para Portugal

A Altran lança a campanha “ROAD TO PORTUGAL” com o objectivo de atrair e contratar profissionais estrangeiros, como resposta à...

Notícias2 dias atrás

Fujitsu e IDC desenvolvem plataforma digital gratuita de avaliação da maturidade da Hybrid Cloud

A IDC Portugal e a Fujitsu anunciaram a disponibilidade no mercado nacional do Hybrid Cloud Management MaturityScape. Esta ‘framework’, desenvolvida...

Eventos4 dias atrás

Landing.jobs vai reunir as melhores empresas de tecnologia

No dia 7 de Junho, às 19h, vai decorrer no Porto, o Landing.Porto, um evento organizado pela Landing.jobs, que vai...

Notícias4 dias atrás

HMD Global angaria 100 milhões de dólares rumo ao crescimento

A HMD Global angariou 100 milhões de dólares de vários investidores para ampliar as suas operações comerciais e financiar o...

Notícias4 dias atrás

Mastercard quer impulsionar o crescimento das fintechs

A Mastercard anunciou um reforço do investimento na Europa com o lançamento da Accelerate, uma nova iniciativa destinada a impulsionar...

Startups4 dias atrás

Startup FINIAM quer mudar a relação entre clientes e os bancos

A FINIAM foi a entidade escolhida pela Payshop para criar uma nova dimensão nesta marca prestadora de serviços de pagamento....

Especiais4 dias atrás

Inteligência Artificial não está de boa saúde na Europa

As enormes vantagens da Inteligência Artificial (IA) para as empresas estão a ser travadas na Europa por uma falta de...