Japão é o próximo destino das empresas portuguesas

14432
0
Share:

As principais empresas portuguesas das áreas das novas energias, eficiência energética, inovação e tecnologia, apresentam-se no Japão através de uma Missão Empresarial que pretende promover junto do mercado nipónico o que de melhor se faz em Portugal nestes setores. A iniciativa decorre entre 4 e 8 de dezembro e realiza-se em paralelo com a visita oficial ao Japão do Secretário de Estado do Empreendedorismo, Competitividade e Inovação, Carlos Oliveira e do Secretário de Estado da Energia, Artur Trindade.

No total são 13 as empresas a participar nesta missão promovida pela ADENE – Agência Portuguesa para a Energia e pelo EnergyIN- Pólo de Competitividade e Tecnologia da Energia, com o apoio da AICEP – Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, no âmbito do projeto “Portugal: Innovating Energy Solutions”, financiado pelo Compete no âmbito do QREN.

Apesar do Japão se ter vindo a posicionar como líder no desenvolvimento tecnológico e de últimos tempos ter vindo a apostar na eficiência energética e nas energias renováveis, Portugal pretende, com esta missão, apresentar-se enquanto país empreendedor com novas tecnologias e soluções inovadoras nos setores da energia e tecnologia.

Para além da troca de experiências – uma vez que o Japão representa também uma oportunidade para empresas portuguesas com experiência e know-how nestes domínios – esta missão empresarial tem assim como objetivos principais criar novas oportunidades para a indústria, incentivar a ligação às redes nacionais e internacionais de investigação e promover oportunidades de exportação tecnológica de Pequenas e Médias Empresas com potencial no mercado.

EDP Inovação, CSIDE, Safira, Martifer Solar, RESUL, Inocrowd, Inteli, Critical Software, EDM – Empresa de Desenvolvimento Mineiro, Efacec, Brisa Inovação, PT Inovação e Grupo Salvador Caetano, são algumas das empresas que, em conjunto com entidades como a CML-Câmara Municipal de Lisboa, LNEG-Laboratório Nacional de Energia e Geologia, fazem parte da comitiva portuguesa que participa nesta ação que tem como pontos altos o seminário Japan-Portugal: A commitment to a sustainable future, em parceira com o NEDO – Pólo Tecnológico japonês, e as visitas aos Department of Advanced Energy e Collaborative Research Center for Energy Engineering da Universidade de Tóquio.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário