Intel Lança Processadores Intel Xeon E7 v3

13288
0
Share:

A Intel Corporation acaba de anunciar os novos processadores Intel® Xeon® E7-8800/4800 v3, que oferecem insights cruciais ao negócio de forma ainda mais rápida, enquanto melhoram o desempenho e a fiabilidade.

O business intelligence em tempo real é uma prioridade para as empresas das mais diversas áreas de atuação, desde saúde, retalho, telecomunicações, entre outras. A necessidade de extrair facilmente dados de entre um grande volume de informação estimula a procura por novas tecnologias em computação “in-memory” e em big data analytics.

Considerando esta procura atual, e futura, a Gartner prevê que as receitas deste mercado serão superiores a 9,5 mil milhões de dólares até 2018, e que pelo menos 50% das grandes empresas irão adotar a computação “in-memory” para permitir estratégias de negócios digitais1.

A nova série de processadores Intel Xeon E7 v3 ajuda os utilizadores a processar e a analisar, com toda a segurança, grandes volumes de dados em memória de sistema. Assim, permite acelerar o processo de tomada de decisão, garantindo uma maior eficiência operacional, dotando as empresas de uma verdadeira vantagem competitiva.

“Na economia dos serviços digitais, o sucesso ou o insucesso pode estar dependente de quão rapidamente as empresas tomam decisões com base na análise de grandes volumes de dados”, referiu Diane Bryant, Vice-Presidente Sénior e Diretora Geral de Data Center Group da Intel. “A gama de processadores Intel Xeon E7 v3 é o motor para a aceleração de business intelligence através de analítica em tempo real, permitindo que as empresas melhorem os níveis de satisfação de cliente via produtos e serviços mais personalizados, consigam gerar maiores fluxos de receitas e melhorem a eficiência operacional”.

Intel Xeon E7v3 (1)

Destaques

  • 20 novos recordes mundiais de desempenho num alargado espectro de aplicações críticas para o negócio, a nova família de processadores atinge melhorias na ordem dos 40% quando comparada com a geração anterior.
  • Os novos equipamentos são 6x superiores aquando do desempenho de processamento aplicacional em fluxos de trabalho transacionais “in-memory”3 otimizados com as novas Intel® Transactional Synchronization Extensions (Intel TSX).
  • Com até 18 núcleos, o que representa um aumento de 20% comparativamente à geração anterior, e com até 45 MB de last-level cache, a nova série pode oferecer até 70% mais sessões de análise de suporte à decisão, por hora.
  • Os novos produtos disponibilizam um desempenho por dólar 10x superior e 85% do custo total de propriedade (TCO) comparados com as arquiteturas RISC alternativas, ao reduzir o custo de aquisição de hardware, o consumo energético e a refrigeração.
  • Os processadores suportam configurações até 32 sockets com suporte para a maior relação de capacidade por socket da indústria (sistemas de 8-socket são capazes de suportar até 12 TB de memória DDR3 ou DDR4).
  • Com novas capacidades de segurança e fiabilidade, incluindo superior performance de encriptação através das mais recentes Intel Advanced Encryption Standard New Instructions (Intel AES-NI), assim como melhorias adicionais de micro arquitetura. A tecnologia Intel Run Sure, um conjunto único de funcionalidades que garantem fiabilidade, acessibilidade e garantia de funcionamento para a série de processadores Intel Xeon E7 foi também melhorada, com novas soluções desenhadas para assegurar aplicações críticas ao negócio.
  • A nova série integra 12 modelos de processadores, incluindo CPUs otimizados para vários segmentos, tais como dois modelos de alta frequência desenhados para um subset de aplicações de bases de dados que requer os núcleos mais rápidos disponíveis.
  • A partir de hoje, 17 fabricantes de sistemas de todo o mundo irão começar a anunciar plataformas baseadas na família Intel Xeon E7 v3. Entre estas empresas encontram-se a Bull*, Cisco*, Dell*, Fujitsu*, Hitachi*, HP*, Huawei*, Inspur*, Lenovo*, NEC*, Oracle*, PowerLeader*, Quanta*, SGI*, Sugon*, Supermicro* e ZTE*.
  • (Nota adicional: A Intel e a Cloudera anunciaram ainda detalhes sobre a forma como a sua parceria está a fomentar, com sucesso, a adoção empresarial de analítica, incluindo melhorias de produtos como a implementação de Intel AES-NI que faculta 2,5x9 de desempenho de encriptação quando em off-load, para que um data set inteiro Hadoop seja encriptado com um valor de recursos de sistema de entre 1 a 4 por cento, dependendo do fluxo de trabalho).

Intel Xeon E7v3 (4)

Negócio transformacional através de analítica em tempo real

Nippon Paint está neste momento a utilizar os novos processadores Intel Xeon E7 v2 com software de analítica “in-memory” SAP HANA para recolher, com maior precisão, dados sobre o comportamento dos consumidores e para acelerar a sua capacidade de análise e de atuação, otimizando a sua cadeia de valor e as suas campanhas de marketing.

“Através da analítica em tempo real, a Nippon Paint consegue recolher e analisar as preferências dos seus clientes no que toca a cores e estilos, de forma a criar produtos e serviços personalizados”, salientou Justin Chen, CIO da Nippon Paint. “A informação sob a qual podíamos agir demorava dias ou mesmo semanas a ser analisada. Atualmente, o processo de análise e de criação de relatórios encontra-se disponível praticamente em tempo real. Continuamos a testar os sistemas baseados em processadores Intel Xeon E7 v3 para tirarmos todas as vantagens possíveis da melhor performance e fiabilidade de forma a acelerarmos a definição de abordagens a clientes baseadas em dados”.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário