Intel apresenta nova série de processadores “profissionais”

9504
0
Share:

Numa altura em que se assiste a um crescimento sem precedentes do uso de informação, as empresas necessitam cada vez mais de soluções de computação capazes de proporcionar um desempenho flexível e escalável para executar a maioria das aplicações de TI de missão crítica. A nova série de processadores Itanium 9500 da Intel é duas vezes mais potente do que a geração anterior, tornando-o ideal para a mais exigente carga de trabalho, incluindo análise de negócio, base de dados e aplicações Enterprise Resource Planning (ERP) de larga escala. Os sistemas baseados em processadores Intel Itanium são executados em mais de três quartos das 100 maiores empresas do mundo em sectores como o aeroespacial, energético, lifesciences e telecomunicações. Com a série de processador Intanium 9500 da Intel, estes sectores irão beneficiar de um avanço em termos de performance e um aumento de resistência, disponibilidade e suporte técnico (RAS) mundial.

“Num mundo onde as empresas dependem cada vez mais das Tecnologias de Informação para ter uma vantagem competitiva, cada vez mais aplicações de negócio são denominadas (correctamente) de “missões críticas” que, tal como é esperado, devem estar sempre disponíveis, ter grande capacidade de resposta e ser de confiança. Foi precisamente para este processamento de trabalho em computação que desenvolvemos o processador Intel Itanium 9500 “, disse Diane Bryant, Vice-Presidente e Director Geral do Datacenter and Connected Systems Group da Intel.

“Construído sobre uma nova microarquitetura e fornecendo o mais recente desempenho, a família de processadores Intel Itanium 9500 demosntra o compromisso contínuo da Intel em garantir uma resistência, disponibilidade e escalabilidade sem precedentes, como forma de responder às necessidades das aplicações críticas em todos os sectores.”

Desempenho empresarial com a disponibilidade de topo

Com 3,1 mil milhões de transístores, a série de processadores Intel Itanium 9500 é o processador geral mais sofisticado da Intel até à data. Suporta até o dobro dos núcleos (8 em vez de 4) do que a última geração de processadores; armazena até 54 MB do controlador de memória on-die e permite até 2TB de baixa tensão DIMMS numa configuração de quatro sockets. A velocidade do processador aumentou 40% no que diz respeito à diminuição de energia das configurações, comparativamente à geração anterior. A nova frequência varia a partir de73 GHz e um nível de potência de 130 watts, até 2.53 GHz a um nível de potência de 170 watts.

Ao disponibilizar o mais elevado nível de desempenho, os novos processadores Intel Itanium permitem implementações altamente escaláveis com disponibilização de topo  para aplicações intensivas de dados, onde o tempo de inactividade não é uma opção. Os novos processadores incluem ERP, gestão da cadeia de abastecimento e software de gestão do relacionamento com o cliente (CRM).

Modelo de Desenvolvimento Modular fornece Maior Flexibilidade

Em 2012, a Intel introduziu a sua estratégia de plataforma comum que permite que os processadores Intel Itanium e Intel Xeon utilizem características de plataformas comuns, incluindo chipsets, interligações e memória. Esta estratégia permite à Intel ter a capacidade de potenciar a força das características do Intel Itanium RAS, de forma a beneficiar a família de processadores Intel Xeon E7, permitindo também que o Intel Itanium continue a extrair a eficiência e o valor da economia de maior volume. Para a próxima geração da família de produtos Intel Itanium, com o nome do código “Kittson”, a Intel irá utilizar um modelo inovador para o desenvolvimento do Intel Itanium e Intel Xeon, denominado “Modular Development Model”. O modelo vai alargar a estratégia de plataforma comum ao partilhar elementos ao nível de design de silício e compatibilidades de socket. O resultado da Intel passará por possibilitar uma forma ainda mais sustentável de disponibilizar os futuros processadores Intel Itanium no mercado. Paralelamente, através deste novo processador, os OEMs serão ainda capazes de desenvolver uma plataforma única de motherboard para ambas as arquitecturas.

Suporte Sectorial

Os processadores Intel Itanioum continuam a manter um forte apoio sectorial entre os fabricantes de sistemas como a Bull, Hitachi, HP, Inspur e NEC. As aplicações empresarias estão disponíveis a partir de diferentes fornecedores tais como a Oracle, SAP, SAS, Sybase e Temenos, entre outros fabricantes que reforçam os esforços da comunidade ISV, de forma a garantir o sucesso do ecossistema de missão crítica do Intel Intanium.

“Uma infraestrutura de missão crítica de TI com resistência, escalabilidade e grande disponibilidade é fundamental para o sucesso das empresas”, afirmou Ric Lewis, Vice-Presidente e Director Geral provisório da área de Business Critical Systems da HP.

“A diferença da série de processadores Intel Itanium 9500 relativamente ao nosso recém melhorado portfólio HP Integrity e HP-UX permite um desempenho mais recente, um aumento de produtividade e permite que nos mantenhamos fiéis ao compromisso da HP: oferecer aos nossos clientes a protecção do investimento.”

“A NEC tem vindo a trabalhar com a Intel há mais de 15 anos de forma a desenvolver servidores empresariais baseados em processadores Intel Itanium”, explicou Kazuaki Iwamoto, Vice-presidente e Director Geral da Unidade de Operações IT Hardware da NEC Corporation. “Temos o prazer de oferecer aos nossos clientes os novos servidores empresariais baseados na série de processadores Intel Itanium 9500, desenvolvido para os seus sistemas altamente escaláveis e de missão crítica.”            

Preços e Disponibilidade

A série de processadores Intel Itanium 9500 já se encontra disponível, com preços que variam entre $1,350 e $4,650 por cada mil unidades.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário