Instituto Politécnico de Santarém renova aposta em soluções Enterasys

12584
0
Share:

A Enterasys divulgou a concretização de um projecto para o Instituto Politécnico de Santarém, que consistiu no desenho e implementação de uma infra-estrutura completa de rede de nova geração, wired, wireless e VoIP, assim como de uma solução de controlo de acesso à rede para a referida infraestrutura para o novo do edifício da Escola Superior de Desporto de Rio Maior.

O Instituto Politécnico de Santarém é constituído por cinco Escolas, distribuídas geograficamente por quatro Polos, sendo um na Cidade de Rio Maior a Escola Superior de Desporto e os restantes na cidade de Santarém. Assim, podemos encontrar no Complexo Andaluz as Escolas Superior de Educação e Escola Superior de Gestão e Tecnologia. Na Quinta do Galinheiro a Escola Superior Agrária e na Quinta do Mergulhão a Escola Superior de Saúde.

Em 2004, o Projeto Campus Virtual serviu de arranque à criação de uma Solução global e uniforme de uma infraestrutura de rede para o Instituto Politécnico de Santarém apesar das especificidades existentes em cada Polo.

Esta solução tinha por base a seguintes premissas:

• A interligação dos 4 Polos
• A criação de um centro de dados único e de serviços partilhados para todas as Unidades Orgânicas e Escolas
• Disponibilização de conectividade wireless
• Possibilidade de acesso a serviços académicos online 24×7.

Na solução desenhada podemos encontrar no Complexo Andaluz o core de toda a rede. A Interligação principal dos diversos Campus é efectuada através da utilização de circuitos dedicados alugados a um operador público de comunicações. Em Santarém, encontram-se ainda ligações redundantes entre o Complexo Andaluz e a Quinta do Galinheiro e Mergulhão através da utilização de antenas direccionais wireless ponto-a-ponto.

No core existe uma ligação de acesso à rede RCTS2 da FCCN (Fundação para a Computação Cientifica Nacional) de 10 Gbps partilhada por todas as Unidades Orgânicas deste Instituto. A rede atualmente existente serve uma população de 4092 Estudantes, 500 Docentes e Funcionários distribuídos geograficamente pelos 4 campus anteriormente referidos.

A rede do Instituto Politécnico de Santarém é, ainda, constituída por equipamento activo de rede que implementa políticas de segurança em função do perfil de cada utilizador. As políticas de segurança são atribuídas em função das credenciais de cada utilizador após validação das mesmas junto dos 8 Servidores de Autenticação RADIUS.

Objetivos: solução global de comunicação independentemente do meio físico utilizado

Os objectivos pretendidos pelo Instituto Politécnico de Santarém passavam pela criação de uma solução global de rede para toda a instituição, mas que respeitasse as características de cada Unidade e Escola. A solução deveria ainda cumprir os critérios inerentes ao Projecto Campus Virtual, tendo no entanto a capacidade de se adaptar a desafios futuros sem comprometer os serviços já disponibilizados.

Pretendia-se Interligar todos os Edifícios existentes nos 4 Polos deste Instituto, utilizando para isso ligações wireless ponto-ponto e wireless ponto-multiponto para além das ligações em fibra já existentes. A solução de rede deveria, possuir uma gestão centralizada e multi-fabricante, independentemente dos meios físicos envolvidos (cobre, fibra ou wireless), conseguindo desta forma ter uma visão global do estado de toda a rede. A necessidade de mobilidade do utilizador e do seu perfil entre os vários Polos era ainda uma premissa inerente à solução proposta.

Filipe Miguel Coutinho Batista Duarte, Administrador de Redes e Sistemas do Instituto Politécnico de Santarém, sublinha: “o Instituto Politécnico de Santarém é cliente de soluções Enterasys desde 2004, sendo de destacar que apesar das constantes evoluções tecnológicas ocorridas nas tecnologias de informação e comunicação nos últimos 9 anos, o modelo definido em 2004 ainda se encontra atual e respondendo de forma capaz aos desafios diariamente surgidos. Algumas das soluções, como é o caso dos links wireless de interligação de edifícios, que datam desse ano, ainda se encontram atualmente em produção.

Relativamente às soluções de wireless indoor, podemos afirmar que esta tecnologia deixou há muito de ser considerada como um serviço complementar, passando a ser considerado um serviço essencial e critico a toda a Organização. Desta forma, fruto do crescimento exponencial da utilização de dispositivos móveis por parte dos utilizadores foi necessário mudar em 2008 o paradigma, passando de soluções standalone inicialmente instaladas, para as atuais 3 controladoras wireless e 116 Access Points distribuídos pelos 4 Polos. Assistimos assim, com muita satisfação e agrado que o investimento iniciado em 2004 na utilização desta tecnologia tenha obtido por parte da comunidade académica resultados de adesão tão satisfatórios, passando de uma média de utilização diária na ordem das dezenas para as atuais quatro ou cinco centenas de dispositivos ligados.

Ainda segundo o mesmo responsável, graças à intervenção da Enterasys, “a rede apresenta um comportamento homogéneo e uniforme em todos os Campus, independentemente da sua localização geográfica, sendo as políticas de segurança definidas de forma centralizada e posteriormente distribuídas por toda a rede deste Instituto”.

Escola Superior de Desporto de Rio Maior – o mais recente projeto

O novo edifício de Ensino de 9.324 m2 da Escola Superior de Desporto de Rio Maior inaugurado no presente ano, foi o projecto mais recente de implementação de soluções Enterasys. Podemos destacar neste projecto os 540 pontos de rede, 46 access points e os 127 hardphones IP. A solução implementada teve por base a utilização de 20 switchs no acesso à rede, agregados em 7 stacks, autenticação 802.1x e atribuição dinâmica de políticas de segurança em todas as portas de acesso.

Esta solução pretendeu estender o conceito de mobilidade existente a nível nacional para as redes wireless existentes no Ensino Superior público, conhecido por rede Eduroam, ao acesso wired, permitindo assim que um utilizador que fosse autenticado na rede wireless também pudesse aceder à rede wired com as mesmas credenciais.

Refira-se que, no total, a rede do Instituto Politécnico de Santarém é constituída por 4 Polos, 31 Edifícios, 45 Bastidores, 4 routers, 62 switchs, 116 access points Indoor, 19 access points de Inter-ligação, 3 controladoras wireless, 283 hardphones IP, 2292 pontos de rede, 35 Servidores Físicos e 16 Servidores Virtuais. Presta serviço a um total estimado de 4592 Utilizadores entre Docentes, Funcionários e Alunos.


Share:

Deixe o seu comentário