Inovaworks cria solução para vigilância marítima

6688
0
Share:

O produto GeoC2, a solução inovadora 3D para comando e controlo no âmbito da cooperação civil-militar da empresa portuguesa Inovaworks Command and Control, está hoje, 7 de Junho, a ser apresentado em Bruxelas como o motor tecnológico da componente portuguesa do projecto europeu BlueMassMed – uma iniciativa da Comissão Europeia que inclui Portugal, Espanha, França, Itália, Grécia e Malta, e que foi desenvolvido para fomentar a partilha de informação operacional entre 47 forças e entidades que estão envolvidas no exercício da autoridade do Estado no mar, das quais 12 são portuguesas.

A solução GeoC2, construída no último ano e meio pela Inovaworks Command and Control (uma spin-off do laboratório de tecnologia Inovaworks), foi desenvolvida em estreita colaboração com a então Estrutura de Missão para Assuntos do Mar (EMAM), papel que veio posteriormente a ser assumido pela Direcção-Geral de Política do Mar (DGPM). Este produto tem como principais elementos diferenciadores o uso de um núcleo de sistema de informação geográfico (SIG) puramente 3D, em que é possível criar e analisar áreas, corredores e volumes subaquáticos, marítimos ou aéreos de forma expedita, e a sua abertura a múltiplas organizações nacionais através da capacidade de integração, análise e partilha de informação baseada em standards abertos, oferecendo uma abordagem orientada para a disponibilidade de múltiplos serviços e redes federadas.

Sala de situaçã GeoC2

Segundo o responsável técnico pela edificação do nó nacional, Fernando Dias Marques, “a utilização do GeoC2 revelou-se, logo cedo, numa aposta acertada, atentas as suas características principais; nomeadamente a robustez, a segurança, a performance,  a escalabilidade, a ubiquidade e a interoperabilidade, as quais, aliadas à capacidade 3D que oferece, potenciam o exercício das funções de comando e controlo e a partilha de informação que concorrem para o emprego eficiente dos recursos existentes no domínio da vigilância e segurança marítima. Acresce que, a flexibilidade da arquitectura subjacente bem como a utilização de metodologias ágeis no desenvolvimento do nó nacional levaram ao sucesso do projecto, do ponto de vista funcional e da gestão, reconhecido interna e externamente”.

O Director-Geral de Política do Mar, João Fonseca Ribeiro, refere que “neste projecto, apenas aflorámos o potencial de partilha de informação, proporcionado pelas ferramentas operacionais necessárias à gestão adaptativa da política marítima integrada, nomeadamente, a vigilância e monitorização da atividade humana no mar, a monitorização do ambiente marinho e da atmosfera, o mapeamento dos recursos marinhos e a avaliação socio-económica, no quadro das chamadas “funções marítimas”, as quais se estendem muito para além da “função de guarda costeira”. Com efeito, o GeoC2 tem permitido avaliar o potencial deste tipo de soluções para a chamada “gestão espacial adaptativa”, fundamental para potenciar o desenvolvimento e o crescimento sustentável no mar – o blue growth. Contamos continuar a investir neste domínio para melhor conhecer, explorar e gerir os nossos recursos, através do emprego deste tipo de soluções inovadoras”.

Segundo Hugo José Pinto, Director-Geral da Inovaworks Command and Control, “ficámos naturalmente entusiasmados com a utilização da nossa solução de Comando e Controlo GeoC2 num projecto desta natureza e dimensão, e foi com muito orgulho que empenhámos uma equipa de excelência para colaborar com a DGPM. A solução implementada permite uma análise, partilha de informação e comunicação em tempo real sobre uma “sala de situação” virtual em que todos os intervenientes das organizações portuguesas e dos parceiros europeus podem trabalhar em conjunto para nos manter mais seguros, e é um orgulho ter uma empresa portuguesa da nossa dimensão a fazer parte deste projecto. Creio bem que atesta pela diferenciação radical do nosso produto GeoC2, que planeamos continuar a desenvolver e implementar em clientes nacionais, e, possivelmente até mais, estrangeiros”.


Share:

Deixe o seu comentário