24056 0

Information Builders aplica a metodologia Design Thinking

 Information Builders anuncia que desenvolveu um sistema de inovação em matéria de design aplicando a metodologia Design Thinking. Esta nova abordagem ao desenvolvimento tecnológico ajuda o cliente a otimizar os projetos de inteligência e analytics empresarial nos quais esteja envolvido, empoderando-o para investigar, projetar e construir aplicações baseadas em WebFOCUS que se ajustem às necessidades do utilizador e permitam um melhor retorno do investimento.

A metodologia Design Thinking (ou “Pensar o Design”) desenvolvida pela Information Builders pode ser usada em qualquer cenário de desenvolvimento de aplicativos de BI e analytics. Quer seja um projeto tradicional de gestão de dados ou o design de um InfoAppÔ intuitivo para um determinado grupo demográfico, o sistema garante que o aplicativo atenda fielmente as necessidades e expectativas da audiência selecionada. Consequentemente, qualquer organização terá a possibilidade de modernizar o seu ambiente de BI e analytics e de alimentar uma atmosfera de criatividade, colaboração e exploração em torno dos dados.

Nossa metodologia de Design Thinking ajuda a transformar as ideias em soluções tangíveis e executáveis. Colocando o foco nas opiniões do utilizador, esta abordagem nos permite produzir aplicações que contribuam para o crescimento do negócio, para a modernização do processo de desenvolvimento e para a materialização das expectativas do utilizador”, explica Gerald Cohen, presidente e CEO da Information Builders. “Este sistema fomenta uma melhor harmonia entre as áreas de negócios e TI, alimentando a confiança e a colaboração”.

A metodologia de Design Thinking da Information Builders inspira-se na linha de investigação em matéria de experiência do utilizador (user experience ou UX) da empresa, desenvolvida para orientar o cliente na hora de projetar e desenvolver aplicações customizadas de BI, chamadas para incentivar a produtividade do utilizador final. Desta maneira, é possível assegurar que todos os projetos sejam abordados contando previamente com um profundo conhecimento dos desafios e necessidades do utilizador, reduzindo notavelmente o número de horas de design e desenvolvimento e garantindo que o produto final desfrute de um alto nível de adoção. Ao equipar os funcionários, sócios e clientes com apps realmente atrativos, as empresas poderão atingir mais seguramente suas metas empresariais.

Com o objetivo de acelerar a chegada desta metodologia ao mercado, a Information Builders está a organizar uma série de webinars nos quais mostrará todos os detalhes do sistema, bem como exemplos reais. Os interessados podem se registar aqui.


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

FogFlow: a programação mais simples dos serviços da Internet das Coisas

Os NEC Laboratories Europe anunciaram o desenvolvimento do FogFlow que amplia as capacidades de gestão de informação de contexto da FIWARE para trazer (entre outras características), processamento de

Banco Best lança o primeiro fundo de Inteligência Artificial em Portugal

O Allianz Global Artificial Intelligence Fund, o primeiro fundo de Inteligência Artificial da Europa, chega a Portugal pelas mãos do Banco Best. Este fundo investe no mercado de

Exclusive Group aposta no mercado norte-americano

A Exclusive Networks lança a sua marca “Disruptive Distribution” para o mercado dos EUA, nomeando o bem-sucedido responsável de canal Patrick Huth como Vice-Presidente de Alliances Americas. Este

Apenas 13% das empresas acede a soluções ERP através da cloud

Mais de 88% das empresas em Portugal já utiliza software de gestão empresarial, o que representa um crescimento de 6,1 pontos percentuais face a 2014. Este crescimento está

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *