Indra vai gerir a mobilidade urbana de Manila

11000
0
Share:

A Indra ganhou dois contratos nas Filipinas com um valor de €10.4 milhões. Os projectos destinam-se à implementação da sua tecnologia de gestão de tráfego urbano na área Metropolitana de Manila, a capital do país, e à actualização do sistema de portagem da Manila North Luzon Expressway (NLEX), uma das principais auto-estradas do país. Com estes dois contratos, a Indra vê reforçada a sua posição no país e a sua presença no mercado asiático.

A Autoridade de Desenvolvimento Metropolitano de Manila adjudicou à Indra a renovação do sistema de gestão de tráfego urbano da região Metropolitana de Manila, a principal do país, num consórcio com a empresa filipina Meralco Industrial Engineering Services Corporation (Miescor). O objectivo consiste em automatizar e optimizar ao máximo a gestão e as instalações de engenharia de tráfego para melhorar a mobilidade na metrópole, onde o crescimento da população e do parque automóvel, juntamente com o aumento da actividade industrial e comercial estão a gerar impactos negativos.

O projeto inclui a criação e o equipamento integral do centro de controlo de tráfego urbano da cidade, o que irá permitir gerir mais de 500 intersecções. Inclui ainda a renovação das luzes de sinalização de 85 cruzamentos prioritários no centro e um sistema de vigilância com 25 câmaras de controlo de tráfego.

Baseada no sistema Hermes da Indra, a solução vai permitir uma monitorização em contínuo e em tempo real da evolução do tráfego e dos diferentes subsistemas de controlo, bem como a análise e consolidação da informação com vista a permitir o suporte à tomada de decisões relacionadas com a mobilidade. Esta solução irá permitir aumentar a segurança, optimizar o fluxo de veículos e reduzir os tempos, os custos e os impactos no meio ambiente provocados pela circulação, situação que se reveste da maior importância numa metrópole que apresenta das maiores densidades populacionais do mundo e conta com mais de 11 milhões de habitantes.

Este novo projecto da Indra, numa das principais capitais da Ásia, reforça a sua posição de líder no desenvolvimento e implementação de tecnologia inteligente para a gestão de tráfego e transportes urbanos, que conta já com exemplos de referência na China, Brasil, chile, México, Perú, Marrocos, Portugal, Polónica e Espanha.

Portagem na auto-estrada North Luzon Expressway

O contrato de renovação do sistema de portagem da auto-estrada North Luzon Expressway (NLEX) foi adjudicado à Indra pela Manila North Tollways Corporation (MNTC), em consórcio com a Egis Projects Philippines, posicionando a Indra como sócio tecnológico da Metro Pacific Tollways Corporation, accionista maioritário da MNTC e um dos grupos com maior relevância na área das auto-estradas nas Filipinas.

O projeto inclui a valorização de um total de 166 vias de portagem, englobando vias manuais, electrónicas, mistas e automáticas, bem como a nova tecnologia para o centro de controlo, o sistema de backoffice e o sistema de vigilância vídeo de todas as vias. O novo sistema de portagem será desenhado de forma a adaptar-se às necessidades específicas dos condutores particulares e dos transportes colectivos ao permitir um leque de opções de pagamento mais diversificado. A nova tecnologia vai agilizar as transacções nas portagens e reduzir os tempos de espera para um nível praticamente nulo.

A auto-estrada NLEX, com 90 quilómetros, é uma das mais importantes das Filipinas e nela circulam mais de 160.000 veículos por dia. Esta estrada liga a área metropolitana de Manila, a área urbana mais importante das Filipinas, a outras áreas de Luzon, a ilha localizada no norte do país.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário