Indra testa eficiencia energética para Smart Cities

9328
0
Share:

A Indra está a desenvolver um teste-piloto que vai integrar as soluções mais avançadas de Smart Building (eficiência energética para edifícios) e de Smart Lighting (iluminação pública inteligente), no âmbito do projecto Arrowhead, uma iniciativa, a maior de I+D+i a nível europeu, que tem como objetivo aumentar a eficiência energética e flexibilizar o consumo dos edifícios, infra-estruturas públicas, processos industriais e sector energético através do uso de tecnologias integradas.

O teste-piloto de Smart Building inclui o desenvolvimento de um sistema para facilitar a detecção, monitorização e controlo inteligente do consumo de energia em tempo real para reduzir significativamente a pegada energética e ajudar a criar padrões de poupança.

Quanto ao piloto de Smart Lighting será testado na iluminação pública de uma rua de Barcelona onde serão instalados sensores para monitorizar informações ambientais (intensidade de luz, por exemplo), o consumo de energia e a mobilidade (trânsito rodoviário, de peões, etc.). As luzes vão incorporar tecnologia LED que permitem controlar a intensidade da luz de acordo com toda a informação monitorizada.

Ambos os pilotos vão ser integrados na ATENEA – a plataforma de gestão de Smart Cities da Indra, que irá gerir os dados e oferecer uma visão completa da actividade – e deverão estar operacionais em Junho de 2015.

Com um orçamento de 80 milhões de euros e participação de 78 instituições de 11 países, o projecto é co-financiado pela União Europeia e pelo Ministério da Indústria, Energia e Turismo de Espanha. Liderado pela Universidade de Lulea (Suécia) e com uma duração prevista de quatro anos, o Arrowhead tem várias empresas internacionais como parceiras, nomeadamente a Acciona, a Techniker, a Ford, a Schneider, a Honeywell e várias universidades e centros de pesquisa.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário