15908 0

Indra reforça presença no sector energético africano

A Indra assinou um contrato com a Electricity Company of Ghana (ECG), a maior empresa de distribuição de energia do país, para implementar o seu sistema de gestão integrada de clientes para as empresas energéticas (InCMS). O projeto inclui também a implementação de vários módulos na rede de distribuição InGRID para gestão da informação geográfica e controlo da energia (gestão de saldos e perdas).

O contrato com a ECG, empresa com mais de 2.600.000 clientes (cerca de 80% do total do mercado do país), tem um valor aproximado de 8 milhões de euros e vem reforçar o posicionamento da Indra no setor energético africano e a sua liderança como marca global, com mais de 140 empresas de 30 países a implementarem as suas soluções de gestão domínio da energia e utilities.

O sistema da Indra, que vai dar suporte à reengenharia de processos e procedimentos comerciais na ECG, foi desenvolvido para automatizar e otimizar todo o ciclo comercial da empresa: leitura, faturação, cobrança, atendimento ao cliente, gestão de ordens de serviços e indicadores comerciais. A gestão de adições, baixas, modificações de contratos ou pedidos de informação através dos canais virtuais é ainda outra das vantagens do sistema que contribui para a agilização da tomada de decisão uma vez que permite o fácil acesso a informação de elevada qualidade.

A sua implementação permitirá à ECG obter melhorias na gestão do seu negócio e ao mesmo tempo diminuir custos graças à automatização de processos. Contribuirá também para a redução dos tempos de leitura, faturação e cobrança prevenindo igualmente fraudes e perdas de energia. Por seu lado, os clientes da ECG poderão contar com um maior número de canais de atendimento, obtendo uma maior agilidade na resposta e beneficiando um serviço de maior qualidade, graças à exatidão da informação que proporciona o sistema.

Por outro lado, os módulos de InGRID que serão implementados no âmbito do projeto, permitirão uma maior visibilidade e controlo da rede de distribuição e de energia fornecida e consumida pelos clientes, facilitando a deteção de fraudes e o planeamento de atualizações na rede para redução de perdas técnicas.

Liderança na implementação de solução de energia em África

Este projeto, de elevado valor estratégico para a Indra, vem reforçar a liderança da multinacional de consultoria e tecnologia como uma referência na implementação de soluções de energia nas empresas elétricas de África, especialmente na área subsaariana, onde tem participado nos mais importantes processos de modernização dos últimos 15 anos. Os sistemas para gestão de utilities da multinacional espanhola estão a funcionar nas elétricas do Quénia (KPLC e KENGEN), Zimbabwe (ZETDC), Zâmbia (ZESCO), Etiópia (EEPCO), Uganda (UMEME) ou AES SONEL (Camarões), estando também em implementação as suas soluções na EDM, elétrica Moçambicana.

As soluções para energia e utilities da Indra foram implementadas em mais de 140 empresas de eletricidade, água e gás de mais de 30 países. Atualmente, cerca de 100 milhões de clientes a nível mundial são geridos pelos sistemas desenvolvidos pela multinacional de consultoria e tecnologia.

A Indra continua a desenvolver novas tecnologias e soluções no campo da eficiência energética e da sustentabilidade, tanto nas áreas da geração, transmissão e distribuição, como no campo do consumo industrial, residencial e de transportes. A empresa conta atualmente com diversos projetos de novas infraestruturas inteligentes (Smart Grids) que asseguram o desenvolvimento sustentável, seguro e económico e é membro do Futured (plataforma espanhola de rede elétricas) que tem por objetivo definir e impulsionar estratégias a nível nacional no âmbito das redes inteligentes.


Bruno Fonseca

Bruno Fonseca

Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Notícias Relacionadas

IFS adquire MainIoT

A IFS comprou a totalidade das acções da empresa MainIoT Software Oy que é especializada no desenvolvimento de soluções empresariais para o sector energético, serviços e indústria. A

USA Truck Inc. migra as suas aplicações com a Micro Focus

A Micro Focus dilvugou que a USA Truck, Inc., completou a migração de todo o seu portfólio de aplicações mainframe para um servidor virtualizado da Microsoft Windows. Ao

Estudo da Aon prevê aumento de ataques cibernéticos em 2017

A Stroz Friedberg apresenta o seu mais recente Estudo “2017 Cibersecurity Predictions”. Os resultados apontam para uma maior incidência dos ataques cibernéticos, fortes impactos ao nível da regulação

TNT Airways substitui documentos de voo em papel por iPads

A TNT Airways, subsidiária da TNT Express para os transportes aéreos, vai eliminar a utilização de documentos de voo em papel nos cockpits dos seus 50 aviões que

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *