20176 0

Indra ganha contrato de 57 M€ na Argélia

A L’Algerienne de Gestion des Autoroutes (AGA), organização responsável pela administração, operação, manutenção e serviço da rede nacional de autoestradas da Argélia, adjudicou a um consórcio, liderado pela empresa local Cosider e de que faz parte a Indra, a construção de instalações e fornecimento de equipamento para a exploração de um traçado de 380 quilómetros da autoestrada Este-Oeste da Argélia. O valor do contrato para a Indra é de 57M€ e tem um prazo de 18 meses.

Em concreto, o contrato abrange o percurso entre as cidades de Hammam El Bibane e Bou Kadir passando pela capital do país, Argel, no chamado “lote central”, dos 3 lotes que a empresa AGA dividiu a construção desta nova autoestrada de 1.216 Km que atravessa o país desde a fronteira da Tunísia até Marrocos.

A Indra será responsável pelo fornecimento e implementação de tecnologia para o centro de controlo gerir aquele trajeto e pelos sistemas de pagamento de portagens para 141 estradas. O contrato inclui também a manutenção dos sistemas por um período de 3 anos.

A multinacional implementará os sistemas de gestão de tráfego e equipamentos dinâmicos de auxílio à manutenção da autoestrada. O centro de controlo vai integrar sistemas inteligentes de tráfego (ITS), como um sistema de videovigilância em circuito fechado de televisão (CCTV) equipado com tecnologia de deteção automática de incidentes, contadores de tráfego, estações meteorológicas e painéis de mensagens variáveis.

A monitorização constante do fluxo na rodovia, o controlo de incidentes e a automatização de alarmes para um apoio mais rápido e eficiente são algumas das vantagens do novo sistema (ITS) que disponibiliza também informação em tempo real aos condutores sobre o tráfego, tempos de viagem e informação meteorológica.

Este projeto é pioneiro na Argélia uma vez que a autoestrada Este-Oeste será a primeira do país a estar equipada com tecnologia de controlo de tráfego de última geração e que cumpre os mais exigentes padrões de segurança e qualidade internacionais. Esta tecnologia para além de contribuir para melhorar a segurança rodoviária, vai tornar os percursos mais rápidos, reduzindo consequentemente, o consumo de combustível e o impacto ambiental.

Este contrato posiciona a Indra como uma referência no setor dos transportes e tráfego no país. Na Argélia, a multinacional poderá vir a colaborar em importantes projetos previstos pelo governo argelino, como a melhoria da gestão da mobilidade urbana em cidades como Argel ou a redução da sinistralidade, com a implementação de sistemas e equipamentos de controlo de velocidade.

A multinacional de TI já implementou a sua tecnologia para dotar de inteligência as infraestruturas de transporte rodoviário em mais de 50 países e é uma das principais companhias do mundo no desenvolvimento e implementação de soluções integrais de elevada tecnologia para gestão e controlo de tráfego, sistemas inteligentes de transporte e sistemas de pagamento de portagens, com referências nos Estados Unidos, Canadá, México, Colômbia, Chile, Panamá, China, Rússia, India, Brasil, Irlanda, Montenegro e Marrocos, entre outros países.


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

Check Point deteta aumento de 61% nas ameaças a redes empresariais no primeiro semestre de 2016

A Check Point acaba de publicar o seu mais recente Índice de Ameaças, no qual revela que o número de famílias de malware ativas cresceu quase dois terços

Vilt é a primeira empresa de Portugal com certificação “Green it”

A VILT, é a primeira empresa a receber a certificação “Green IT” em Portugal. Esta certificação é a prova do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pela empresa, no

Fundação Altran lança segunda edição do prémio tecnologia e inovação

A Fundação Altran para a Inovação em Portugal inicia hoje, 2 de Setembro, o processo de candidaturas para a competição nacional, em tecnologia e inovação, com o tema

Opensoft vai contratar 10 colaboradores

A Opensoft acaba de anunciar o seu processo de recrutamento para a integração imediata de mais 10 elementos nos seus quadros. Tratam-se de especialistas de TI, consultores e

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *