22892 0

Indra disponibiliza plataforma de treino em cibersegurança ao exército Português

O Exército Português vai utilizar a plataforma de treino FEE(P) Cyber Range da Indra durante o exercício de Ciberdefesa Nacional Ciber Perseu 2017 que terá lugar no próximo mês de Novembro.

Neste exercício irão participar especialistas de ciberdefesa das Forças Armadas e responsáveis de cibersegurança de mais de meia centena de empresas e diferentes organismos civis.

A FEE(P) Cyber Range é uma plataforma que permite simular ambientes operacionais reais para a formação e treino – individual ou coletivo –, assim como experimentar, testar e validar novos conceitos, tecnologias, técnicas e táticas de cibersegurança e ciberdefesa.

A utilização deste sistema irá permitir a todos os participantes no exercício, coordenado pelo Exército Português experimentar conceitos inovadores de cibersegurança que ajudem a estabelecer as melhores práticas a nível nacional.

Também irá ajudar a detetar talentos com os quais será possível reforçar o grupo base de especialistas e garantir que dispõem dos melhores profissionais.

O exercício Cyber Perseu 2017 tem como objetivo reforçar o treino dos efetivos das Forças Armadas em matéria de ciberdefesa. Ao mesmo tempo procura assegurar o máximo nível de coordenação entre as forças armadas, empresas e entidades de diferentes setores em caso de crise, de modo a que todos os atores implicados saibam com precisão como devem atuar quando for necessário.

As Forças Armadas realizam o Exercício Ciber Perseu desde 2012 para estabelecer os procedimentos e definir as acções a seguir no caso de um ciberataque. Nesta edição irão utilizar pela primeira vez a solução FEE(P) Cyber Range, que lhes irá permitir pôr em prática estes procedimentos e comprovar a sua eficácia num ambiente tecnológico dotado do máximo realismo.

Esta iniciativa inovadora irá reforçar a posição de Portugal no âmbito da Ciberdefesa ao utilizar as tecnologias mais avançadas e métodos de treino mais inovadores. Portugal vai acolher a sede da Escola de Sistemas de Informação e Comunicação da NATO, convertendo-se numa referência internacional no sector da cibersegurança.

 


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

Novo Ponto de Acesso Wi-Fi da WatchGuard proporciona segurança de topo a redes wireless

A WatchGuard apresenta o AP420, o novo ponto de acesso (AP) 802.11ac Wave 2 que proporciona a potência e a velocidade necessárias para executar aplicações de rendimento intensivo e

Information Builders aplica a metodologia Design Thinking

 Information Builders anuncia que desenvolveu um sistema de inovação em matéria de design aplicando a metodologia Design Thinking. Esta nova abordagem ao desenvolvimento tecnológico ajuda o cliente a otimizar

PGNiG SA implementa Plataforma de Dados da Commvault para simplificar o cumprimento do GDPR

A Commvault anuncia que a Polskie Górnictwo Naftowe i Gazownictwo SA  (PGNiG), um dos maiores conglomerados europeus dedicados à exploração, produção e distribuição de gás natural, implementou a

NEC implementa infraestrutura de cidade inteligente em Lisboa

A NEC anunciou que a sua filial NEC Portugal, assinou um contrato com o município de Lisboa para a implementação de um projeto de infraestrutura de cidade inteligente,

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *