Indra desenvolve projeto para facilitar comunicação aos portadores de deficiências auditivas

9592
0
Share:

Chama-se Consignos e consiste no mais recente projeto da Indra, desenvolvido para facilitar a comunicação dos portadores de deficiências auditivas. Através de um intérprete virtual em 3D, que identifica a voz e a traduz em linguagem gestual (e vice-versa) o Consignos tem por objetivo melhorar a comunicação dos portadores de deficiências auditivas, facilitando a sua inclusão social, profissional e simplificando o seu acesso a serviços. As perguntas são colocadas pelo deficiente auditivo num teclado virtual e a comunicação é feita através de um microfone surgindo a resposta num ecrã, já traduzida em linguagem gestual e apresentada pelo intérprete virtual em 3D.

O projeto – recentemente concluído e em fase de teste em serviços de transporte públicos e hotéis em Espanha – foi responsável pela recente distinção obtida pela Indra na Edição Espanhola dos Prémios Europeus de Responsabilidade Social Empresarial como “Melhor Grande Empresa”, confirmando mais uma vez o compromisso da multinacional no desenvolvimento de soluções e serviços inovadores para minimizar a exclusão digital e facilitar a integração social e profissional.

Embora a tecnologia subjacente ao Consignos tenha sido concebida para ser aplicada a sistemas de informação acessíveis aos portadores de deficiências auditivas, esta pode ser igualmente aplicada a outras áreas tais como jogos educativos, e-learning, sistemas interpretativos e conteúdos multimédia.

O Consignos é um projeto experimental de desenvolvimento, enquadrado no Plan Avanza do Ministério da Indústria, Energia e Turismo de Espanha e parcialmente financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER). A liderança do projeto foi, desde o início assumida pela Indra que, através da sua rede de Software Labs e em linha com o seu modelo de inovação aberta, promoveu parcerias e a colaboração entre entidades públicas, privadas, universidades e associações. O consórcio constituído para o desenvolvimento deste projeto é formado pela Empresa Municipal de Transportes de Madrid (EMT), o ICTE (Instituto para a Qualidade Turística Espanhola), a Universidade Politécnica de Madrid (UPM), a Universidade de Castilla-La Mancha (UCLM), a Ambiser e a Fundação CNSE (Confederación Estatal de Personas Sordas) para a Eliminação das Barreiras na Comunicação.

Para garantir a sua utilidade e aplicação futura, o sistema Consignos (desenvolvido no idioma espanhol) foi testado por portadores de deficiência auditiva nas diferentes fases do projeto, que avaliaram as suas funcionalidades em dois testes-piloto. O primeiro teste teve lugar num serviço de transporte público da Empresa Municipal de Transportes (EMT) de Madrid e consistiu na experimentação do sistema nos quiosques de informação deste organismo na Plaza de Castilla. O outro teste-piloto foi desenvolvido em ambiente hoteleiro, debaixo da chancela do ICTE (Instituto para a Qualidade Turística Espanhola) e concentrou-se em serviços informatizados de entrada e de saída (check-in e check-out) no Hotel Intur Palacio San Martin, localizado em Madrid.


Share:

Deixe o seu comentário