Indra alia-se a projecto eVACUATE

9680
0
Share:

A Indra assume a liderança técnica do eVACUATE, um projeto europeu de R&D&i que visa garantir a segurança dos cidadãos em operações de evacuação de locais e infraestruturas complexas. A empresa especializada na oferta de soluções de segurança e emergência para Smart Cities, também será responsável pela certificação do projeto através da integração de todos os módulos tecnológicos que compõem esta solução e do desenho de software (framework).

O eVACUATE tem por objetivo desenvolver um sistema abrangente que inclua tecnologias de análise, de gestão e de tomada de decisão, bem como soluções de recolha de dados instaladas em plataformas móveis e fixas. Através da combinação de todas essas informações será possível adaptar os planos às alterações verificadas nas condições de uma determinada emergência, de forma a definir as melhores estratégias de evacuação, em tempo real, e com base nas condições e níveis de saturação das áreas seguras. Também se pretende que sirva de base para a definição de um protocolo de evacuação comum a todos os países da União Europeia

Um dos maiores desafios tecnológicos deste projeto passa pela atualização automática das estratégias e dos percursos de evacuação ideais através do “incident snapshot” mais recente (uma visão operacional unificada do status do incidente). Outra das metas consiste em garantir um conhecimento mais atualizado da situação para que todos os agentes possam participar ativamente no processo de evacuação, controlar o seu fluxo e prever o pânico ou a histeria. Por último, inclui o desenvolvimento de tecnologias que aumentam o dimensionamento e avaliação da magnitude do desastre de modo a permitir uma gestão da estratégia de evacuação mais eficaz.

Com um orçamento de 13 milhões de euros e um prazo de execução de quatro anos, este ambicioso projeto é financiado pela Agência de Execução do Conselho Europeu de Investigação no âmbito do Sétimo Programa-Quadro. A coordenação está a cargo da Exus Solutions e inclui várias empresas, organizações e universidades, tais como a Telecom Italia, Vitrociset, Tekniker, Diginext e HKV, ou as universidades de Southampton, Dresden, Atenas e Turim.

Sistemas de localização avançada, mundos virtuais e domótica

O projeto eVACUATE prevê o desenvolvimento de tecnologias para a otimização dos dados relevantes gerados no sistema. Como resultado, vai poder melhorar a eficácia da localização de indivíduos, através de soluções que funcionam com os dados de georeferenciação WiFi  fixo (como é o caso de plataformas de posicionamento que utilizam sensores de proximidade, televisão em circuito fechado e repetidores de GPS interiores) ou móvel (utilizando dispositivos baseados em leitores NFC e RFID).

Usando informações relativas a outras ocorrências já armazenadas no sistema e recolhidas junto de operadores e de sensores “on-site”, também vai incorporar sistemas de inteligência artificial aplicados à simulação de mundos virtuais de modo a decidir qual a melhor manobra ou decisão. A análise e as operações numéricas/geoespaciais dos dados obtidos serão utilizadas em ferramentas de apoio ao processo de decisão.

O SOFIA, projecto de integração de serviços de open-source middleware resultante de um projeto de R&D&i em que a Indra participou ativamente, também será implementado como plataforma comum para a integração de desenvolvimentos para os Smart Spaces. O SOFIA baseia-se na Semantic Web Technology, na inter-operabilidade, e em redes de sensores inteligentes para a implementação da domótica em cidades, edifícios e veículos, bem como para o fornecimento de serviços inteligentes personalizados através de dispositivos móveis.

Todos os desenvolvimentos e módulos serão integrados na arquitectura concebida pela Indra para abranger a totalidade da solução eVACUATE e para configurar os vários cenários aplicáveis. Com esse objetivo, serão desenvolvidas quatro zonas-pilotos que vão avaliar e demonstrar as capacidades do sistema em vários locais: no estádio de futebol da Anoeta (San Sebastián), na estação de Metro de Bilbao, no terminal do Aeroporto Internacional de Atenas Eleftherios Venizelos e num navio cruzeiro ao longo da costa francesa.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário