INCM aposta na internacionalização com apoio a conferência internacional sobre identificação eletrónica

6248
0
Share:

A INCM vai apoiar a 8.ª edição da eID Conference, uma das mais importantes conferências internacionais sobre identificação eletrónica que a Multicert realiza anualmente. Este ano terá lugar em Maputo, em Moçambique, nos dias 19 e 20 de setembro.

Gonçalo Caseiro, administrador da INCM, afirma que “a internacionalização é um desígnio do nosso acionista, o Grupo Parpública, e o apoio à realização desta conferência revela a aposta muito clara nas geografias do mundo lusófono, onde já temos uma presença assinalável”.

A eID Conference, realiza-se, pela primeira vez, no continente africano, depois de ter passado por diversas cidades da Europa, da Ásia e dos Estados Unidos e contará com a participação de cerca de 200 delegados governamentais e alguns dos mais destacados especialistas do setor, oriundos de mais de 20 países, para discutir os alicerces e a evolução de uma Infraestrutura Global de Identificação Eletrónica.

Durante dois dias, preenchidos com keynotes de grande notoriedade, workshops orientados para casos, networking e várias apresentações, estarão em destaque temas como o Controlo Eletrónico, os Passaportes e Bilhetes de Identidade Eletrónicos, a Identificação Eletrónica Multi-aplicação e a Segurança e Proteção da Integridade da Identificação de Documentos.

A cerimónia de abertura do evento vai estar a cargo do Ministro da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico-Profissional de Moçambique, Jorge Penicela Nhambiu, que irá explicar o Modelo para a Modernização Administrativa em África, seguindo-se a intervenção da Ministra da Presidência e da Modernização Administrativa de Portugal, Maria Manuel Leitão Marques, que partilhará a sua experiência relativa a temas de modernização administrativa e de identificação eletrónica.

Além do apoio do Ministério da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico-Profissional de Moçambique a conferência conta ainda com o apoio oficial da Comissão Europeia e da Organização Internacional para as Migrações e da Identity Secure Alliance.

Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário