17945 0

IFS nomeada para o quadrante de “Challenger” da Gartner para Gestão Empresarial de Ativos para Empresas no setor de Energia e Utilities

A IFS foi nomeada como a única empresa no quadrante Challenger em Gestão Empresarial de Ativos para Empresas de Energia e Utilities. A IFS considera que esta classificação resulta do forte crescimento nos setores de energia e serviços tais como produção de energia e petróleo e gás.

“Estamos muitos satisfeitos pelo reconhecimento como único Challenger no quadrante mágico da Gartner para Gestão Empresarial de Ativos (Enterprise Asset Management) para Empresas de Energia e Serviços Públicos”, afirmou Colin Braney, Diretor Global para empresas nos setores de Energia e Serviços Públicos (Utilities). “Ao longo dos anos mais recentes, registámos um forte crescimento neste setor, o qual inclui as áreas de petróleo e gás, e acreditamos que a nossa posição como challenger demonstra o nosso momento no mercado. A IFS tem uma experiência de mais de 30 anos no fornecimento de soluções de gestão do ciclo de vida dos ativos para os setores de energia e serviços e temos trabalhado com algumas das principais empresas de petróleo e gás – um legado que consideramos ser único no mercado de aplicações empresariais. Também acreditamos que o reconhecimento da Gartner valida a eficácia da nossa capacidade global de resposta e os nossos esforços para aumentar o nosso ecossistema de parceiros”.

Desde a sua fundação, a IFS tem desenvolvido e entregue soluções baseadas em melhores práticas específicas para os setores de empresas de energia e de serviços públicos (utilities) em gestão de ativos empresariais, gestão de projetos de capital, e gestão do ciclo de vida de ativos. Ao trabalhar de forma muito próxima com as empresas de produção, transporte e distribuição de energia, fornecedores EPCI (Engineering, Procurement, Construction and Installation), fornecedores de perfuração, fornecedores de
sistemas e equipamentos e detentores de ativos móveis, a IFS entrega soluções que respondem aos
requisitos exigentes destes setores.

O IFS Applications é utilizado por empresas de serviços energéticos líderes como Three Gorges, National Hydroelectric Power Corporation, Brookfield Renewable Power, Hafslund, GECOL, Horizon Utilities, Torresol Energy, Vantaan Energia, e empresas de energia nuclear na Suécia, África do Sul, Finland, Argentina, e China.

Os clientes da IFS no setor do petróleo e gás incluem: Technip, Seadrill, Maersk Drilling, Maersk Supply Service, Rowan Companies, Odfjell Drilling, Agility Group, Babcock Marine, Heerema Fabrication Group, Archer, Apply Sørco, MIR VALVE, Hertel Group, Rosenberg WorleyParsons, BW Offshore, Semco Maritime, Reinertsen, VARD, PGS, Wellstream, Hamworthy, ShawCore, Icon Engineering, Songa Offshore, Mermaid Marine, Trans-Northern Pipelines Inc., Yinson Berhad, e Wood Group Mustang.


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

Intranet da REN ganha prémio internacional

A REN – Redes Energéticas Nacionais, foi distinguida com Prata na Categoria “Corporations: Internal Communications” nos Questar Awards, uma competição internacional destinada a reconhecer as melhores práticas das

FlexPod ultrapassa 3.000 milhões de dólares de vendas em parceria da Cisco e NetApp

A Cisco e NetApp anunciaram que o FlexPod gerou cerca de 3.000 mil milhões de dólares em vendas conjuntas desde o seu lançamento em 2010. A distribuição das

Accenture adquire Tecnilógica em Espanha para alargar as suas competências digitais em open source

A Accenture adquiriu a Tecnilógica, uma empresa espanhola especializada na utilização de tecnologias emergentes e open source para construir experiências inovadoras omnicanal através de uma ampla gama de

Atos ganha Prémio Inovação de Processos NASSCOM 2013

A Atos anunciou que a sua mais recente inovação, a “Cloud Orchestration Platform”, ganhou o Prémio Inovação de Processos NASSCOM 2013. Esta plataforma é desenvolvida pelo Centro de Inovação

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *