IBM cria plataforma de inteligência avançada para combater ciberataques

7128
0
Share:

A IBM anunciou hoje que está a criar um repositório de dados na área de security intelligence disponível através da IBM X-Force Exchange, uma nova plataforma colaborativa baseada na IBM Cloud. Esta solução possibilita o acesso a enormes volumes de dados relativos a ameaças à segurança, comunicados pela IBM ou por outras empresas de todo o mundo, incluindo indicadores em tempo real de ataques a acontecer no momento, que poderão ser utilizados na defesa ao cibercrime.

A necessidade de garantir inteligência à proteção de dados é hoje mais importante do que nunca, uma vez que 80% dos ataques são realizados por organizações de criminalidade altamente organizadas (UNODC Comprehensive Study on Cybercrime 2013), em que dados, ferramentas e conhecimento são amplamente partilhados. No entanto, a maioria (65%) das equipas internas de cibersegurança das empresas utiliza múltiplas fontes de informações externas de confiança ou não, para combater estes ataques (ESG research, 2012).

A X-Force Exchange baseia-se na escala das informações de segurança da IBM, integrando no seu poderoso portefólio uma análise profunda de dados de investigação sobre ataques e ameaças, tecnologias como o QRadar, milhares de clientes globais, e as capacidades de uma rede mundial de analistas e especialistas de segurança da IBM Managed Security Services. Aproveitando a infraestrutura aberta da cloud, os utilizadores podem colaborar e aceder a várias fontes de dados, incluindo:

  • Uma das maiores e mais completas listagens de vulnerabilidades no mundo;
  • Informações sobre ameaças com base na monitorização de mais de 15 mil milhões de eventos de segurança diários;
  • Casos de ameaças de malware a partir de uma rede de 270 milhões de endpoints;
  • Informações sobre ameaças com base em mais de 25 mil milhões de páginas web e imagens;
  • Informação sobre mais de 8 milhões de episódios de spam e ataques de phishing;
  • Listagem com quase 1 milhão de endereços IP maliciosos.

Hoje, a X-Force Exchange possui mais de 700 terabytes de dados brutos agregados, fornecidos pela IBM. Este número tenderá a crescer, a ser atualizado e partilhado, uma vez que a plataforma consegue adicionar até mil indicadores maliciosos por hora. Esses dados incluem informações em tempo real, o que é fundamental na luta contra a cibercriminalidade.

“A plataforma IBM X-Force Exchange irá promover uma colaboração em grande escala de modo a combater as crescentes e mais sofisticadas ameaças à segurança que as empresas enfrentam hoje em dia”, sublinhou Brendan Hannigan, General Manager, IBM Security. “Estamos a assumir a liderança, disponibilizando a nossa própria rede global de investigação a clientes e especialistas. Ao convidar a indústria a juntar-se a estes esforços e partilhar a sua própria inteligência, procuramos acelerar parcerias de modo a combater os hackers de forma mais eficaz”.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário