Connect with us

Notícias

Huawei Consumer Business Group anuncia resultados do primeiro semestre de 2017

Patricia Fonseca

Publicado a

A Huawei Consumer Business Group anuncia os resultados financeiros da primeira metade de 2017. Nos primeiros seis meses do ano, o lucro da Huawei perfez 105.4 mil milhões CNY, um crescimento de 36.2% ano após ano, com as exportações de smartphones a atingir 73.01 mil milhões, um aumento de 20.6% por cento ano após ano.

De acordo com declarações de Richard Yu, CEO da Huawei Consumer Business Group, a marca “tem continuado a revelar um crescimento extraordinário, superando a média da indústria e penetrando em mercados high-end por todo o mundo. Este crescimento é um testemunho da força da marca, e do momento criado através da oferta de equipamentos premium, inovadores, que vão ao encontro das atuais exigências dos consumidores.”

No primeiro trimestre de 2017, a Huawei conseguiu reivindicar 9,8% do mercado global de smartphones, de acordo com a IDC, graças a um aumento significativo das vendas de smartphones de gama média e alta em mercados chave.

Na China, a marca reivindicou 9.8% do mercado e as exportações aumentaram em 24%, ano após ano. Além disso, a Huawei assistiu a um rápido crescimento na Europa, reportando um crescimento percentual de 18% por ano com um desempenho particularmente sólido na CEE e na Europa do Norte, bem como avanços nos mercados da Ásia-Pacífico, incluindo Tailândia, Malásia, Japão, Coreia do Sul e Rússia. Entretanto, de acordo com a pesquisa da GfK e da Sino, a Honor cobriu o volume de vendas de smartphones na internet e as receitas de vendas na China de Janeiro a Maio de 2017.

Este crescimento refletiu-se no reconhecimento da Huawei como uma marca premium global: em 2017, foi classificada em 49º lugar na lista “Top 100 Most Valuable Global Brands” da BrandZ, em 88º na lista “World’s Most Valuable Brand” da Forbes e em 40º lugar na lista “Brand Finance 2017 Global 500”, das marcas mais valiosas do mundo.

“Os equipamentos da Huawei têm agradado ao público em geral devido ao nosso compromisso com a qualidade, experiência e inovação”, afirmou Yu. “Com um ecossistema robusto de equipamentos de consumo que inclui smartphones, tablets, wearables e agora PCs, os consumidores sabem que podem confiar na Huawei para oferecer o tipo de experiência que procuram num dispositivo premium”.

À medida que a presença da marca Huawei cresce, também a sua estratégia de vendas cresce, sendo que a marca está a expandir a sua já ampla rede de retalho, alcançando as 56 mil lojas por todo o mundo até ao final deste ano – um aumento de 35 mil desde Maio de 2016. Estas lojas refletem a imagem premium que a Huawei tem vindo a cultivar por todo o mundo.

Olhando para o futuro, a Huawei espera estimular um crescimento contínuo à medida que a empresa impulsiona os seus dispositivos através de inovações em inteligência artificial que levará a uma nova “era inteligente”. A Huawei Consumer Business Group compromete-se a entregar smartphones que antecipam as necessidades dos consumidores e se encaixam de forma mais orgânica na forma como as pessoas trabalham e vivem.

Nos seus 15 centros de pesquisa globais e 36 centros de inovação, a Huawei tem vindo a trabalhar em novas tecnologias, incluindo sensores, gestão de dados e avanços para o seu processador Kirin, pensados para trazer este tipo de funcionalidade para o mercado. A marca está também a complementar a sua própria inovação através da colaboração com empresas líderes da indústria como a Leica, a Dolby, a Microsoft, a Intel e a Google.

Através destes esforços, a marca continuará a agradar os clientes, a desafiar a indústria e a construir um mundo interligado.

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Últimas Notícias

Notícias6 horas atrás

Mastercard quer impulsionar o crescimento das fintechs

A Mastercard anunciou um reforço do investimento na Europa com o lançamento da Accelerate, uma nova iniciativa destinada a impulsionar...

Startups6 horas atrás

Startup FINIAM quer mudar a relação entre clientes e os bancos

A FINIAM foi a entidade escolhida pela Payshop para criar uma nova dimensão nesta marca prestadora de serviços de pagamento....

Especiais7 horas atrás

Inteligência Artificial não está de boa saúde na Europa

As enormes vantagens da Inteligência Artificial (IA) para as empresas estão a ser travadas na Europa por uma falta de...

Passaporte11 horas atrás

Rui Cruz nomeado Diretor de Projeto da Opensoft

A Opensoft nomeou Rui Cruz como Diretor de Projeto. Colaborador da empresa desde 2003, Rui Cruz desenvolveu a sua carreira...

Notícias11 horas atrás

Grupo Oui Care entra no capital da Interdomicilio

O grupo ‘Oui Care’ está a apostar na expansão internacional e já deu os primeiros passos através da entrada no...

Notícias1 dia atrás

PayPal chega aos 700 mil utilizadores ativos em Portugal

O PayPal, uma plataforma segura que permite efetuar e receber pagamentos online, alcançou os 700 mil utilizadores ativos em Portugal,...

Especiais1 dia atrás

RGPD à porta? Uma NAS pode realmente ajudar!

O GDPR (Regulamento Geral de Proteção de Dados) é a normativa europeia 2016/679 sobre a proteção das pessoas a respeito...

Notícias1 dia atrás

PRIO adota solução NextBITT para gestão de assets & facilities

A NextBITT vai fornecer à PRIO uma solução de gestão de manutenção e de serviços que inclui o registo de dezenas...