Hospital Beatriz Ângelo: Mais de 600 postos de trabalho virtualizados

13640
0
Share:

O Grupo Ozona participou em conjunto com a Espírito Santo Saúde, na implementação de virtualização de desktops (VDI) no Hospital Beatriz Ângelo (HBA), em Loures.

Por parte da Espírito Santo Saúde, foi definido que seria fundamental a concepção de um posto de trabalho, que pudesse ser ágil, resistente à mudança e com fortes capacidades de mobilidade interna, garantindo ao mesmo tempo a segurança de toda a informação acedida e produzida nos postos de trabalho. Existiu ainda desde o princípio uma preocupação com o custo ambiental e energético e associado ao parque informático.
Depois do êxito obtido em projetos anteriores em outros Hospitais, a Espírito Santo Saúde não hesitou em contratar os serviços e know-how da Ozona para mais um importante desafio, sendo que a consultora depositou todo o seu empenho e experiência no desenvolvimento do mesmo.

A Ozona selecionou a tecnologia da Citrix, tendo em conta os testes de eficácia e performance reveladas no mercado, bem como os projectos anteriores com a Espírito Santo Saúde. Foi implementado Xendesktop para virtualização de aplicações e posto de trabalho. Para facilitar a criação e modificação do disco virtual, foi também instalado o Provisioning Server. Com um total de 10 servidores (6 servidores Xendesktop, 2 servidores Provisioning Server e 2 servidores XenApp), que atuam como hosts, dão o apoio a cerca de 600 postos de trabalho virtualizados.

Este é mais um dos projetos de virtualização que a Ozona desenvolve com a ES Saúde, após implementações semelhantes de virtualização de posto de trabalho, nomeadamente na Cliria – Hospital Privado, em Aveiro, Hospital da Luz, em Lisboa, Hospital da Luz-Centro Clínico da Amadora. Atualmente, estas unidades dispõem de desktops virtuais para utilização, quer por profissionais clínicos, quer por profissionais administrativos, através de terminais thin client e de acesso remoto por parte de alguns profissionais clínicos.
Segundo David Vieira, da Espírito Santo Saúde, “o Hospital Beatriz Ângelo, um hospital público do Serviço Nacional de Saúde gerido pela ES Saúde, beneficia da tecnologia de ponta e das boas práticas que o Grupo tem usado em todos os seus Hospitais, permitindo que os profissionais do HBA disponham também das melhores ferramentas na prestação dos cuidados de saúde. A utilização da tecnologia de desktops virtuais permite aos profissionais clínicos uma experiência de utilização mais consistente e positiva, através de novas funcionalidades introduzidas com esta tecnologia, como é o caso do “follow me” desktop”.

Pedro Guerreiro, Director da Ozona Consulting, acrescenta: “Virtualizar o parque de terminais de um hospital quase na sua totalidade, podendo garantir todas condições de acesso as aplicações, foi um enorme desafio que a Espirito Santo Saúde nos colocou”.
O projecto seguiu as melhores práticas para permitir que a disponibilidade e flexibilidade fossem os seus pontos fortes. Permitir que um utilizador possa aceder às suas aplicações e dados através de vários dispositivos, e a partir de qualquer local no Hospital, garante uma independência do local ou do dispositivo a que o mesmo se conecta. Um  projecto desta dimensão e com esta complexidade, que suporta 24×7 o funcionamento do Hospital, deve ter em conta muitos fatores, que só são analisados através de um trabalho complexo de consultoria.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário