Green Project Awards 2014 distingue inovações tecnológicas

8800
0
Share:

Estão abertas, até ao dia 20 de junho, as candidaturas para a 7ª edição Green Project Awards Portugal. A iniciativa desafia todos os interessados a candidatarem os seus projetos à categoria Information Technology, uma das sete categorias a concurso. Serão aceites projetos, produtos ou serviços que representem soluções inovadoras ao nível das tecnologias de informação ou que demonstrem o contributo destas tecnologias no desenvolvimento sustentável em Portugal.

Esta é uma categoria que premeia os projetos que demonstram como a tecnologia pode contribuir para a otimização na utilização dos recursos. As candidaturas podem ser submetidas no site: www.gpa.pt. Após a apresentação, as candidaturas serão sujeitas ao escrutínio do júri. À semelhança das edições anteriores, os resultados serão auditados pela KPMG, e posteriormente avaliados por um júri Presidido pela Agência Portuguesa do Ambiente e pela Quercus.

Na edição de 2013, os vencedores na categoria de Information Technology foram o projeto Rede Hidrometereológica dos Açores desenvolvido pela Secretaria Regional dos Recursos Naturais-Direção Regional do Ambiente – Administração Hidrográfica, Smart Galp da Galp Energia e Recibos Online da empresa Escrita Inteligente.

Além de Information Technology a concurso estão as categorias: Cidades Sustentáveis e Consumo Sustentável, Agricultura, Mar e Turismo, Produto ou Serviço, Iniciativa de Mobilização SIC Notícias e Prémio Obra Escrita Original GPA – Sociedade Ponto Verde.

O GPA Portugal conta com o Alto Patrocínio da Presidência da República, com o apoio institucional da Comissão Europeia e da CPLP – além do Governo de Portugal e das principais organizações não-governamentais, organismos do associativismo empresarial e especialistas setoriais.

Ao longo das suas seis edições, o Green Project Awards já distinguiu mais de 60 projetos em Portugal, num total de 1000 candidaturas.

A 7ª edição do Green Project Awards conta com o apoio da ADENE, Águas de Portugal, Caixa Geral de Depósitos, Continente, Dalkia, Jerónimo Martins, LIPOR, REN e Sociedade Ponto Verde.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário