GMV Portugal obtém grau máximo na área de Qualidade

9240
0
Share:

A GMV anunciou que o seu Sistema de Gestão da Qualidade dos sectores de Espaço, Defesa e Segurança alcançou o nível 5 de maturidade, de acordo com o modelo CMMI (Capability Maturity Model Integration).

Além das filiais espanhola e norte-americana, que já haviam sido avaliadas com o nível 5 CMMI em 2010, esta avaliação foi agora alargada à filial portuguesa (que se torna numa das cinco empresas portuguesas com o nível 5 CMMI, duas delas no mercado aerospacial) e à filial da Polónia (primeira empresa polaca a alcançar o nível 5 CMMI), nos sectores Espacial, Defesa e Segurança.

O CMMI é o modelo mais utilizado no mundo em melhoria de capacidade dos processos, é propriedade do Software Engineering Institute (SEI) da Universidade de Carnegie Mellon na Pensilvânia (EUA), e converteu-se num modelo de prestígio mundial no que toca à aplicação das melhores práticas em engenharia e desenvolvimento de sistemas de informação. O modelo tem como objectivo a melhoria contínua da capacidade dos processos de uma organização e estabelece cinco níveis de maturidade: 1. Inicial, 2. Repetível, 3. Definido, 4. Quantitativamente Gerido e 5. Optimizado.

De acordo com António Costa, Director de Qualidade da GMV em Portugal, “Termos sido avaliados com o nível 5 de maturidade CMMI, para além do aspecto diferenciador no sector em Portugal, constitui sem dúvida um grande marco no nosso compromisso com a melhoria contínua dos nossos processos de desenvolvimento, e garantia da marca da qualidade dos produtos e serviços que caracteriza a GMV perante os seus clientes em qualquer parte do mundo.”

O nível 5 CMMI apresenta uma série de benefícios, tanto para a GMV como para os seus clientes, principalmente num melhor alinhamento dos processos de desenvolvimento com os objectivos, na estratégia de negócio e nas necessidades dos clientes, na obtenção de resultados mais previsíveis e na implementação de melhorias no desempenho dos projectos relativamente ao esforço, custo, calendário e aspectos técnicos. Incrementa igualmente a eficácia na detecção de erros durante o processo de desenvolvimento, reduzindo consequentemente o número de defeitos nos produtos entregues ao cliente.

“Num sector intrinsecamente complexo e exigente como é o tecnológico, o valor para uma organização avaliada com nível 5 de maturidade CMMI aumenta ainda mais a sua relevância se considerarmos que o âmbito desta avaliação na GMV cobre todo o ciclo de vida de um sistema, desde a definição dos seus requisitos até à aceitação do mesmo por parte do cliente,” conclui António Costa.


Share:

Deixe o seu comentário