Gestão de inovação é essencial para o desenvolvimento do negócio

8272
0
Share:

A CIONET reuniu um invejável painel de oradores no seu evento subordinado ao tema IT-driven Business Innovation. Esta iniciativa, que teve lugar na Fundação Portuguesa das Comunicações, no Átrio da Casa do Futuro, teve como objetivo promover a inovação e identificar as suas mais-valias enquanto enabler de negócio, abordando ainda as melhores práticas na gestão da inovação e interpretando o seu papel na difícil conjuntura económica em que vivemos.

O IT-driven Business Innovation juntou mais de três dezenas de participantes e contou com Ana Dias, responsável pela Direção de Gestão de Inovação e Desenvolvimento de Negócio na Portugal Telecom, com Alejandro Galán, CIO da Costco México e com os responsáveis da CIONET, a quem coube a abertura e o encerramento do concorrido evento.

Entre as principais conclusões potenciadas pelo encontro, destaque para a forma como a inovação deve ser encarada. Acima de tudo, tal como explicou Ana Dias, ela é um processo que necessita de gestão e a quem deve ser dedicada uma aproximação estruturada no que respeita a investimentos e ao aproveitamento de sinergias. O trabalho colaborativo apresenta-se, dentro da organização, como um pilar chave para a criação e concretização de novas ideias inovadoras. A título de exemplo, mais de 250 ideias dos colaboradores da PT, colocadas na plataforma Mercado de Ideias, foram já implementadas – um dado que testemunha a importância da colaboração dentro das empresas e a necessidade de criar programas de inovação.

A intervenção de Alejandro Galán foi particularmente representativa da forma como a tecnologia e a inovação otimizam os processos da empresa e potenciam o crescimento do negócio. A Costco México assume que as TIs são essenciais para o planeamento da estratégia da empresa, bem como para a agilização de processos e a tão necessária redução de custos. Aspetos como a Governância de TI, os sistemas de Business Intelligence, as ferramentas de colaboração, a mobilidade e o Cloud Computing são apenas alguns dos exemplos de como esta multinacional integrou a inovação tecnológica, assumindo que os custos que ela implica acabam por ter um retorno potenciador de crescimento.

Para Rui Serapicos, Managing Partner da CIONET Portugal, «o aproveitamento de novas ideias para criar oportunidades de negócio é essencial e pode garantir vantagens competitivas únicas». O responsável pela abertura do encontro bem como o presidente do Advisory Board, Francisco Barbeira, explicam que «as empresas devem encarar a inovação como um processo que deve ser gerido, e as novas tecnologias como ferramentas que permitam melhorar processos e criar valor acrescentado». Referindo-se ao evento IT-driven Business Innovation, Rui Serapicos mostrou-se muito agradado «com o número de participantes» e «com a forma como o tema foi abordado, revelando o crescente interesse que este assunto tem junto das empresas e dos seus responsáveis e o modo como eles encaram o papel da inovação nas suas organizações».


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário