European Extremely Large Telescope tem participação portuguesa

9592
0
Share:

O Ministério da Educação e da Ciência confirmou esta semana a participação de Portugal na construção do telescópio European Extremely Large Telescope (ELT) do Observatório Europeu do Sul (ESO), uma infraestrutura de importância estratégica para o avanço da Investigação Europeia.

O Director Geral do ESO, Tim de Zeeuw, sublinha que “com esta importante decisão, Portugal junta-se à lista de Estados Membros que irão liderar o avanço da astronomia nas próximas décadas. Esta decisão beneficiará os astrónomos portugueses, os construtores de instrumentos e a indústria.” O telescópio, de 40 metros de diâmetro, permitirá realizar grandes avanços no estudo de planetas extra-solares, buracos negros supermassivos e da natureza e distribuição da matéria e energia escura que dominam o Universo.

José Afonso, Director do Centro de Astronomia e Astrofísica da Universidade de Lisboa, assegura que “Este é um passo fundamental para manter o enorme impacto internacional da investigação feita em astronomia e ciências do espaço por portugueses e garante a participação da indústria nacional num projeto tecnológico revolucionário. Para o CAAUL, este passo permitirá capitalizar todo o conhecimento e experiências acumulados nos últimos anos com a participação na construção de instrumentos para o ESO-VLT, e maximizar o retorno científico da sua investigação de fronteira.”

Para além de ser uma prioridade do ESO para as próximas décadas, o E-ELT é também um dos projetos identificados como essenciais para o avanço da Investigação e Inovação Europeias. Portugal junta-se agora a uma lista de 13 países que já confirmaram a sua participação, o que permitirá o acesso a todas as fases da construção, para além da utilização, daquele que será o maior telescópio óptico do mundo na próxima década.

O CAAUL é um centro de investigação em astronomia e astrofísica envolvido em projetos internacionais e com uma elevada produção científica. Para além da investigação de projeção internacional, tem vindo a desenvolver atividades de divulgação como cursos, palestras, visitas e observações astronómicas para o público em geral.


Share:

Deixe o seu comentário