24832 0

Estudo Suse revela que 70% das empresas mundiais preocupadas com armazenamento de dados

As estratégias tradicionais das empresas podem não estar a acompanhar o crescimento exponencial dos dados empresariais e estão sob análise cuidada em 70 por cento das organizações de TI, de acordo com um novo estudo da SUSE.

A pesquisa concluiu que uma vasta maioria das empresas reviram a sua abordagem e estratégia de
armazenamento no último ano devido a razões relacionadas com os custos, o desempenho, a complexidade e a fragmentação das soluções existentes. Uma grade parte dessas empresas está à procura de armazenamento software-defined para ajudar a fazer face às suas necessidades.

Cerca de 60% das empresas afirma que as despesas com o armazenamento estão sob forte escrutínio de outras áreas de negócio e uma grande maioria das empresas – 95% – está a manifestar interesse na escalabilidade e eficiência do armazenamento software-defined. Mais de 63% refere que vai começar a adotar uma abordagem de armazenamento software-defined nos próximos 12 meses.

A maioria das empresas inquiridas no estudo utiliza hybrid flash & disk (62%) ou disk-based systems (61%) e refere sentir os seguintes desafios:

• Custos elevados: 80% de todas as empresas inquiridas reportou frustração com o custo do seu sistema
de armazenamento e 92% mostrou-se preocupada com a gestão dos custos de armazenamento, à medida
que os requisitos de capacidade aumentam. No total, uma média de 7 por cento dos orçamentos de TI são alocados ao armazenamento de dados.

• Preocupações com o desempenho: Quase três quartos (73%) do staff senior de TI reportou estar frustrado com o desempenho da sua solução de armazenamento. 92% está preocupado com o fato do
armazenamento poder atrasar as suas iniciativas de transformação digital como resultado do crescimento dos dados.

• Complexidade e fragmentação crescentes: 71% dos inquiridos afirmou que os seus sistemas de
armazenamento são complexos e altamente fragmentados. Como resultado, as empresas estão a apontar como prioridade, nos próximos 12 meses, simplificar a sua abordagem de armazenamento.

«Na economia atual, cada empresa é essencialmente uma empresa de armazenamento de dados»,
disse Joseph George, vice-presidente de Solution Strategy da SUSE.

«Estão a arquivar e-mails, a distribuir ficheiros de vídeo de grande dimensão e a começar a armazenar petabytes de dados, muitas vezes durante anos, devido a políticas de retenção e requisitos regulatórios. O armazenamento está num período de inflexão, onde as abordagens de armazenamento tradicionais estão a ser reavaliadas, à luz de exigências de dados crescentes e mais escaláveis e opções mais acessíveis. Felizmente, existe um fluxo de inovação vindo da comunidade open source para ajudar as empresas a reduzir os custos e as frustrações de implementação. Os resultados deste estudo sublinham a necessidade das empresas observarem uma abordagem mais flexível para ir ao encontro das crescentes necessidades de armazenamento de dados».

A SUSE está a trabalhar com a Ceph para disponibilizar tecnologia open source inteligente, escalável e
mais eficiente em termos de custos.


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

NEC lança novo projetor de instalação a laser

A NEC apresenta o projetor a laser PX1004UL. Este modelo oferece um vasto leque de benefícios de visualização, graças a funcionalidades que incluem uma impressionante qualidade de imagem com

Dimension Data e Team Dimension Data testam novas tecnologias na Tour of California

A Dimension Data testou novas soluções tecnológicas no Amgen Tour of California que teve lugar em San Diego, entre 15 e 22 de Maio, as quais têm como

Nave do Conhecimento YDreams inaugurada no Rio de Janeiro

Foi inaugurada no passado dia 24 de Dezembro a nova Nave do Conhecimento do Rio de Janeiro, Brasil. A Nave do Conhecimento da Penha vem, assim, juntar-se às

Indra distinguida pela transparência e sustentabilidade

O Relatório Anual da Indra foi incluído na lista dos melhores relatórios elaborados anualmente pelo Report Watch, um dos maiores e mais prestigiados rankings a nível mundial, na

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *