Estudo Regus releva que Skype (82,1%) e WhatsApp (60,4%) são as apps preferidas dos portugueses

10648
0
Share:

Com o número crescente de profissionais que trabalha fora do escritório principal, pelo menos durante algum tempo, o uso de ferramentas de trabalho remoto também tem aumentado. De facto, 86% dos colaboradores confirma ter utilizado pelo menos uma ferramenta que permita trabalhar à distância no último mês, de acordo com um estudo recente da Regus com mais de 44.000 profissionais em mais de 100 países em todo o mundo.

Para os portugueses, as aplicações VoIP (Voice over Internet Protocol) mais populares são o Skype (82,1%) seguido pelo Facebook Messenger (58%) e Viber (28,3%), enquanto o WhatsApp (60,4%) é de longe a app de mensagens instantâneas mais utilizada para smartphones. Em termos globais, os profissionais estão alinhados e destacam as mesmas aplicações que em Portugal, tanto em termos de VoIP (Skype: 60%; Facebook Messenger: 48%; e Viber: 13%), como de mensagens instantâneas (WhatsApp: 54%). Estes entrevistados asseguram utilizarem-nas pelo menos uma vez por mês.

Contudo, mais do que as comunicações, a partilha de documento é vista como um dos maiores obstáculos ao trabalho remoto. Com mais pessoas a desempenharem tarefas em simultâneo fora do escritório principal houve uma verdadeira proliferação de ferramentas destinadas a tornar mais fácil o acesso aos documentos e ao ambiente de trabalho ou servidores. Neste âmbito, os profissionais portugueses destacam a Dropbox (75,4%), Google Drive (56,9%), WeTransfer (56,4%), e TeamViewer (45%).

Os entrevistados globalmente destacaram as seguintes ferramentas online para facilitar o trabalho flexível: Dropbox (56%), Google Drive (43%), TeamViewer (25%) e Google Hangouts (22%).

Ferramentas de acesso remoto ou de partilha de docs mais utilizadas globalmente

Outras conclusões principais, em termos globais, revelam o alcance e a influência de novas ferramentas no ambiente de trabalho:

• Apenas 10% dos entrevistados disseram que não tinham usado uma ferramenta de mensagens instantâneas no mês passado;
• Quanto às ferramentas de acesso remoto ou de partilha de documentos mais utilizadas somente 14% dos profissionais afirmaram não utilizarem de todo;
• O ambiente de trabalho remoto da Microsoft (19%) é o mais utilizado.

Jorge Valdeira, Country Manager da Regus Portugal, declara: «Com cada vez mais empresas a oferecer aos colaboradores a oportunidade de trabalhar remotamente, pelo menos ocasionalmente, as ferramentas online estão a ajudar a superar alguns dos obstáculos tradicionalmente associados ao trabalho fora do escritório. A tecnologia está a fazer a ponte, de forma confiável e segura, tanto com os colegas como com os documentos no servidor da empresa.»

Ainda segundo o responsável: «Isto significa que podem estar plenamente operacionais, mesmo quando não estão no escritório e, na verdade, podem economizar tempo gasto na viagem para o escritório ou para e de reuniões, trabalhando mais perto de casa – e assim aumentar a produtividade.»

Ferramentas de comunicação mais utilizadas a nível mundial

Resumo – Ferramentas de comunicação mais utilizadas a nível mundial:

60% – Skype
54% – WhatsApp
48% – Facebook Messenger
15% – Outra
13% – Viber
11% – WeChat
10% – Nenhuma
8% – LINE
6% – QQ
4% – Snapchat
3% – MessageMe
2% – Tango
2% – ChatOn
1% – Kakaotalk
1% – Hike

Resumo – Ferramentas de acesso remoto ou de partilha de documentos mais utilizadas globalmente:

56% – Dropbox
43% – Google Drive
25% – TeamViewer
22% – Google Hangouts
19% – Ambiente de trabalho remoto – Microsoft
18% – WeTransfer
14% – Nenhuma
12% – Ambiente de trabalho remoto – Chrome
8% – Ambiente de trabalho remoto – Apple
7% – Outra
5% – LogMeIn Ignition
4% – GoToMyPC
1% – Splashtop
1% – Wyse PocketCloud


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário