Estudantes do Mestrado em Engenharia Eletrotécnica da ESTG/IPLeiria dão cartas no estrangeiro

13816
0
Share:

Os estudantes da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Leiria (ESTG/IPLeiria) continuam a dar cartas em Portugal e no estrangeiro, e prova disso é a integração de dois estudantes do mestrado em Engenharia Eletrotécnica em duas reconhecidas entidades estrangeiras, para realização de estágios curriculares. Marco Roda integrará o CERN – European Organization for Nuclear Research, em Genebra, na Suíça, realizando estágio de um ano que será contabilizado para a obtenção do grau de mestre pelo IPLeiria, e Andreia Gama integrará, no âmbito do seu estágio curricular, a empresa Inficon, no Liechtenstein.

Também os estudantes João Reis e Rodolfo Gomes podem fazer as malas, pois na sequência da candidatura que apresentaram a um importante concurso internacional no passado mês de junho, receberam bolsas de estudo para realizarem programas de doutoramento na Universidade de South Wales, no Reino Unido – iniciando os programas de investigação avançada em breve. Os programas de doutoramento terão a duração de três anos, ficando os dois estudantes alojados no campus de Trefforest, situado cerca de 20 quilómetros a norte de Cardiff, capital do País de Gales.

Luís Neves, coordenador do mestrado em Engenharia Eletrotécnica do IPLeiria, mostra-se orgulhoso, referindo que «são ótimas notícias para os nossos estudantes, que veem assim o seu trabalho, esforço, empenho e talento reconhecidos. Estas experiências serão, sem dúvida, uma mais-valia na sua vida profissional e pessoal, e estas conquistas atestam mais uma vez a qualidade da oferta formativa do mestrado e também dos estudantes, que cada vez mais procuram o IPLeiria para estudar». «Estes primeiros dois estudantes do IPLeiria que integram o CERN e a Inficon permitem-nos criar bases para uma cooperação mais regular com ambas as entidades», sublinha.

Relativamente aos programas de doutoramento, o docente esclarece que «vêm na sequência da cooperação crescente entre a Universidade de South Wales e o IPLeiria, que já resultou em vários doutoramentos concluídos, e outros com conclusão prevista para breve. Nestes doutoramentos os nossos estudantes são orientados por professores da Universidade de South Wales e do IPLeiria, facto que atesta bem a reconhecida credibilidade e reputação do corpo docente deste Instituto».

O CERN – Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear é um dos maiores e mais respeitados centros de investigação científica do mundo; já a Inficon opera na disponibilização de instrumentos topo de gama para análise, medição e controlo de gases, operando nos cinco continentes. A University of South Wales resultou na junção da University of Glamorgan e da University of Wales, Newport, e é hoje uma das maiores universidades do Reino Unido.


Share:

Deixe o seu comentário