Rita Cordovil, Marketing Manager Bizdirect: Estou na Cloud e não sabia!

14784
0
Share:

O tema Cloud é conversa todos os dias e grande parte de nós tenta resistir como se houvesse uma invasão da privacidade, ou mesmo uma perda do controlo da informação. Até ao dia em que percebemos que mais de 80% da nossa vida está já na Cloud.

Descobri este facto de forma simples quando mudei de telemóvel e de portátil, tive um ataque de pânico! Que rapidamente passou quando me apercebi que tinha o backup do meu telefone e também dos meus folders particulares já na Cloud, declarações, minutas, cópias de documentos, um livro que estou a escrever, as fotos que digitalizei da minha família, vídeos dos meus filhos, o mail pessoal, o meu excel de controlo e planeamento pessoal, está tudo na Cloud e eu não sabia …….

No dia-a-dia só uso banca online, uso todos os canais digitais para me facilitarem a vida, compras, viagens até as finanças, não sei onde residem estas plataformas mas para mim estão acessíveis 24*7 e em qualquer lugar em que haja web, não estão em espaço físico que eu visite.

Quem já viajou comigo sabe que a 1º pergunta que faço é: tem wi-fi?

Porque será que ainda falo de Cloud como ameaça?

Claramente falamos de ameaças porque sabemos pouco sobre qualquer tema ou porque ele está tão soft que já aderimos e não nos tínhamos apercebido.

A democratização da web é uma realidade e os sistemas de informação existem para servir, organizações, os seus processos e as pessoas, sim as pessoas porque são elas que usam a informação para tomar decisões, para agir, para decidir e nos nossos dias esta realidade coloca-se à micro empresa ou à maior organização, todas as empresas precisam de a sua atividade em processos que estejam operacionais 24*7 e em qualquer local, por web, ou offline mas que sirvam e suportem a realidade dos nossos dias.

Estou na Cloud quando os sistemas de informação e as aplicações de suporte aos processos se tornam instrumentos de produtividade e quando o custo benefício é avaliado, criando a elasticidade que as organizações precisam. Pay as you use today, se já usamos este princípio para os carros ou para o aluguer dos escritórios porque não o fazemos para os sistemas?

Se há aceleradores tecnológicos que são tão surpreendentes porque não os acompanhamos?

Se uma micro empresa se torna mais ágil na adoção tecnológica, a ameaça para as grandes vai existir, pela resistência, pelo fantasma da mudança que sendo lenta e envolvendo elevados custos associados a know-how que escasseia nas empresas, vai criar gaps tecnológicos que nos dias de hoje podem custar a vida a grandes ou pequenas empresas.

Vamos todos para a Cloud porque já lá estamos. O importante é fazer parte desta nova realidade para conseguir jogar neste tabuleiro onde as variáveis são maiores e precisam de mais perspicácia na decisão, o tema ROI, segurança, otimização e serviço vão fazer parte do nosso quotidiano de decisão.


Share:

Deixe o seu comentário