Escola do Freixo e Colégio Monte Flor entre as Escolas mais Inovadoras do Mundo

16544
0
Share:

Duas escolas portuguesas foram uma vez mais distinguidas pela Microsoft entre as Escolas mais Inovadoras de todo o mundo. O Agrupamento de Escolas de Freixo, em Ponte de Lima, e o Colégio Monte Flor, em Carnaxide, foram selecionados para fazer parte da rede mundial de 80 Escolas Mentoras, o reconhecimento máximo que a Microsoft confere a nível internacional pela forma como essas escolas usam a tecnologia para transformar o ensino. As 80 Escolas Mentoras foram selecionadas entre quase 250 escolas candidatas de 75 países.

No âmbito do Programa Parceiros na Educação (Partners in Learning), e após um processo de avaliação das escolas que apresentaram candidatura ao Concurso Mundial da Microsoft para Escolas Mentoras, o Agrupamento de Escolas de Freixo e o Colégio Monte Flor foram distinguidos pelo trabalho desenvolvido durante o ano letivo 2012/2013. As escolas vão, a partir de agora, fazer parte de uma comunidade de elite de escolas mentoras em todo o mundo que, através do apoio da Microsoft, irão trabalhar em rede com vista a contribuir para a transformação das práticas de ensino noutras instituições de ensino.

O Agrupamento de Escolas de Freixo, que já havia sido distinguido no ano passado com o prémio Escola Inovadora, localiza-se em Ponte de Lima e é constituído por sete jardins de infância e quatro escolas básicas, com um total de 910 alunos, servindo uma população de mais de 7 mil pessoas.

A motivação da comunidade educativa para o desenvolvimento de projetos inovadores, o trabalho colaborativo entre os docentes, o elevado nível de integração das TIC em processos pedagógicos e administrativos e no desenvolvimento de atividades com a integração dos alunos, foram alguns dos aspetos que levaram a mais um reconhecimento do Agrupamento de Escolas de Freixo.

Para Luís Fernandes, Diretor do Agrupamento de Escolas de Freixo, “estar integrado no ranking das escolas mais inovadoras do mundo é motivo de enorme orgulho; é uma oportunidade única para a consolidação de processos inovadores. O contacto com escolas de outros países permitirá a evolução do Agrupamento de Escolas de Freixo para outro nível”.

O Colégio Monte Flor é um estabelecimento de ensino privado, cuja oferta formativa inclui creche, pré-escolar e primeiro ciclo do ensino básico, com o objetivo de garantir a sequencialidade dos seus alunos, desde os primeiros passos até aos 10 anos. Tem capacidade para cerca de 220 alunos (100 no 1º Ciclo, 75 no Pré-Escolar e 44 na Creche), na sua maioria residentes em Carnaxide e Linda-a-Velha.

O colégio viu reconhecido o trabalho realizado na utilização de novas tecnologias para transformar a educação e as estratégias de ensino mais inovadoras implementadas junto dos alunos. A dinâmica organizacional da escola tem permitido preparar os alunos para um mundo cada vez mais tecnológico, onde a comunicação e colaboração são competências de sucesso.

Para Susana Vidal, Diretora do Colégio Monte Flor, “este prémio constitui uma oportunidade única de desenvolver um trabalho colaborativo com outras escolas e líderes inovadores de todo o mundo, ao mesmo tempo que estimulamos a utilização da tecnologia no desenvolvimento de competências do século XXI junto dos nossos alunos e professores. Através da tecnologia enriquecemos o processo de aprendizagem, envolvendo os alunos em novas formas de conhecimento e interação, nomeadamente, com projetos de outras escolas e países, promovendo a discussão e desafiando os alunos a partilharem o seu conhecimento e aprendizagens”.

Além do reconhecimento mundial, as Escolas vão ter acesso a um conjunto de serviços de coaching orientado por especialistas na área de educação, ferramentas tecnológicas de investigação e ensino, ações de formação da Microsoft e a participação no Fórum Global de Educação, promovido pela Microsoft em Barcelona em março do próximo ano.

Segundo Rui Grilo, Diretor para a Educação na Microsoft Portugal, “o programa Escolas Mentoras tem vindo a contribuir para o desenvolvimento da educação e da tecnologia em Portugal, permitindo inspirar toda a comunidade educativa a adotar novos métodos de ensino e incentivar a colaboração entre as escolas e líderes de todo o mundo. As escolas portuguesas são um exemplo disso mesmo e os seus profissionais têm conseguido melhorar o desempenho dos alunos, as competências e seus resultados”.

Este ano foram distinguidas 80 escolas, de 54 países, tendo-se registado um aumento do número de escolas candidatas, elevando cada vez mais a fasquia das escolas participantes.


Share:

Deixe o seu comentário