Ericsson demonstra transporte óptico com inteligência energética

7128
0
Share:

A Ericsson apresentou a primeira tecnologia de gestão energética adaptável para transporte óptico. A tecnologia tem potencial para reduzir a utilização de energia e a pegada de carbono, sem afectar a Qualidade de Serviço (QoS).

A solução Energy Aware Smart Packet Optical (SPO) 1400 demonstra como modos de gestão energética podem ser aplicados com recurso à previsão e medição do volume de tráfego, abrandando ou desactivando recursos desnecessários.

A ideia é semelhante ao sistema que permite que os carros alterem dinamicamente o seu desempenho, em função das necessidades do condutor, adaptando o consumo de energia ao trabalho que tem efectivamente de ser realizado. Actualmente, os equipamentos de telecomunicações funcionam sempre na potência máxima, apesar dos níveis de tráfego variarem ao longo do dia e da semana.
Na demonstração, foi utilizado um protótipo Energy Aware SPO 1400, que modula o consumo de energia com base nos requisitos de tráfego. Este altera o consumo em função da utilização real, ao mesmo tempo que mantém o desempenho da rede com base na largura de banda requerida.

Esta gestão dinâmica de energia resulta numa poupança considerável. Por exemplo, uma pequena rede regional pode exigir um mínimo de 100 nós SPO. Utilizando nós dinâmicos energeticamente eficientes poderia reduzir-se os custos de energia anuais até 300 mil euros e obter-se uma redução da emissão de dióxido de carbono equivalente à remoção de 7 mil carros da estrada.

Embora o conceito tenha sido demonstrado em associação ao transporte óptico, o princípio é aplicável a muitos outros produtos e pode ser implementado com outras tecnologias, incluindo o transporte por micro-ondas.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário