Ericsson acelera a digitalização com digital Telco Transformation

9328
0
Share:

De modo a introduzir e monetizar os serviços digitais de informação, entretenimento, financeiros e saúde que os clientes pretendem ter, os operadores de telecomunicações precisam de adotar um novo modelo operacional. Para facilitar a transição, a Ericsson apresenta a Digital Telco Transformation, uma oferta que combina serviços de consultoria e de integração de sistemas com o mais completo portfólio de OSS/BSS da indústria.

Para ser considerado uma telco digital, o operador deve oferecer uma experiência consistente em todos os canais de interação com o cliente – que vão desde os centros de serviço em grandes espaços comerciais até à Internet. As telcos digitais devem também ser capazes de fazer vendas, upselling e retenção de clientes na perfeição, bem como de oferecer aos assinantes os mais altos níveis de auto-atendimento. Entre outros pré-requisitos incluem-se ainda a prestação de serviços e de processos de ativação em tempo quase real, a gestão eficaz e integrada de ativos de dados (quer dentro da empresa, quer provenientes de canais externos), bem como a capacidade para fornecer os mais altos níveis de experiência ao cliente.

A Telecom Italia Digital Solutions, membro do grupo Telecom Italia, decidiu fazer essa viagem. Claudio Contini, CEO da Telecom Italia Digital Solutions, afirma: “A experiência do cliente e os números do utilizador são as novas fontes de receita. Mais do que nunca, hoje o cliente é rei. Só podemos continuar a ter relevância para os nossos clientes através da compreensão e da aceitação da necessidade de mudar fundamentalmente a forma como fazemos negócios.”

Reconhecendo que cada operador é único, a Ericsson não defende uma abordagem rígida e de natureza ’one-size-fits-all’ para que uma empresa se torne uma telco digital. A  empresa segue uma abordagem holística, que começa por ajudar o operador a definir a estratégia e as metas baseadas nas suas ambições digitais específicas.

Paolo Colella, Vice-Presidente e Head of Consulting and Systems Integration da Ericsson, diz: “Muitos operadores estão cientes da necessidade premente de se transformarem em telcos digitais, mas poucos têm noção dos passos necessários para lá chegar. Apenas através de uma abordagem holística, que reinventa o modelo operacional das empresas de telecomunicações, será possível garantir que os operadores evitem grandes transtornos no modelo de negócio e atinjam a sua visão telco digital”.

Claudio Contini concorda: “Os primeiros passos são fundamentais. O planeamento requer uma análise dos objetivos estratégicos da empresa, uma avaliação do ambiente atual e o estabelecimento de um roadmap baseado em áreas afetadas, nomeadamente pessoas, processos e ferramentas – que, combinadas corretamente, vão ajudar a guiar a viagem de transformação na direção certa”.

A Ericsson no Mobile World Congress 2015

Durante o Mobile World Congress 2015, em Barcelona, Espanha, a Ericsson demostrará a sua liderança mundial em tecnologia e capacidade para disponibilizar serviços e inovar. A Sociedade em Rede está a transformar indústrias inteiras. As ferramentas de TIC tornaram-se recursos quotidianos fundamentais para as empresas, as pessoas e a sociedade. Somos líderes em soluções de hardware, serviços e software que fomentam o desenvolvimento da mobilidade, da banda larga e da cloud, criando as bases para o surgimento de novos ecossistemas e para a transformação entre vários sectores de índústria. A mudança que surge desta transformação está nas mãos de todos. É por isso que, no Mobile World Congress deste ano, a Ericsson aborda como possibilita que os agentes de mudança da Sociedade em Rede criem novas experiências digitais.

Estaremos no Pavilhão 2, Stand 2N60.

Siga-nos durante o evento através de @Ericsson e participe no debate utilizando #MWC15. As opiniões dos nossos especialistas e evangelistas da Sociedade em Rede também serão publicadas no nosso blog durante o evento.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário