Epson apresenta sistema revolucionário de reciclagem de papel na CeBIT 2017

16632
0
Share:

A Epson deu a conhecer pela primeira vez na Europa, o seu revolucionário sistema PaperLab, uma tecnologia que permitirá às empresas reciclar papel usado mediante um processo a seco. Esta apresentação decorreu na CeBIT 2017, um dos maiores eventos europeus sobre Tecnologias de Informação aplicadas aos negócios, que decorre em Hannover até 24 de março.

O PaperLab é o primeiro sistema compacto de fabricação de papel de escritório do mundo, capaz de produzir papel de diferentes formatos e grossuras, a partir de papel usado, triturado de forma segura, e sem utilizar água. Através deste processo a seco é possível criar um ‘ecossistema’ que reduz as emissões de CO2, aumenta a poupança na logística de recolha de resíduos, garante a eliminação segura de documentos confidenciais, e poupa água, já que evita utilizar os grandes volumes necessários nos processos de reciclagem tradicionais.

Com o lançamento do PaperLab, a Epson reforça o seu compromisso com o desenvolvimento de tecnologias inovadoras e que respeitam o ambiente, criadas para transformar os hábitos e boas práticas no local de trabalho”, destacou Minoru Usui, Presidente Mundial da Epson.

 O PaperLab já está disponível no Japão há alguns meses. Na Europa, a sua comercialização está prevista iniciar-se no outono de 2018.

Também no âmbito da CeBIT, a Epson reforçou a importância estratégica do mercado europeu. Em linha com a sua estratégia “Epson 25”, a multinacional anunciou que está a desenvolver um “plano global de investimento de 75 milhões de euros nesta região, com o fim de impulsionar a atividade em áreas chave como a Internet of Things, impressão a jato de tinta, robótica, tecnologia wearable ou realidade aumentada”, afirmou Ernest Quingles, CEO da Epson França, Espanha e Portugal e Vice Presidente Business Sales EMEA.

Para além do PaperLab, a empresa apresentou também hoje, na feira internacional, a sua nova gama de impressão a alta velocidade, a WorkForce Enterprise, através da qual a pretende elevar a capacidade das impressoras a jato de tinta para ambientes empresariais, com equipamentos ultrarrápidos e eco eficientes.

Com capacidade para imprimir até 100 páginas por minuto, as novas impressoras WorkForce Enterprise apresentam elevados níveis de eficiência e produtividade, integrando-se na visão da Epson de liderança do mercado de jato de tinta para o ambiente empresarial. Mercado que, segundo dados do IDC, crescerá a um ritmo de 10% ao ano até 2020.

Com o objetivo de melhorar as prestações dos seus equipamentos, a Epson incorporou várias inovações nas novas WorkForce Enterprise, das quais se destacam uma cabeça de impressão auto reparável para eliminar o efeito de banding (impressão em linhas descontínuas) e um sistema eletrostático para puxar as folhas, com o objetivo de manter a qualidade mesmo com velocidades de impressão elevadas. Esta nova tecnologia permite reduzir o consumo de energia até 96% por comparação ao equivalente em laser.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário