Entrevista: Frederico Fonseca – Consultor de Segurança da Keep It Safe

26488
0
Share:

A Keep It Safe abriu as portas em 2000 e é uma empresa com competências próprias no domínio do Arquivo, sendo já considerada uma referência nacional em áreas específicas como a gestão de arquivo onde dispõe de uma carteira de clientes de dimensão muito significativa. A Leak Business esteve à conversa com Frederico Fonseca, consultor de segurança desta empresa que nos explicou como tudo começou e abordou temas diversos como a importância do backup para as empresas, o ransomware e os objectivos para este ano.

Patrícia Fonseca – Quando nasceu a Keep It Safe IT?

Frederico Fonseca – A Keep It Safe IT é o ramo tecnológico da Keep It Safe, cuja atividade nasceu em 2000. Somos PME líder, de forma consecutiva, desde 2011, e temos como especialidade a gestão, custódia e segurança de arquivo. A Keep It Safe IT é criada para adicionar mais uma área de negócio, totalmente vocacionada para a parte digital. Assim, conseguimos oferecer serviços especializados também ao nível do arquivo digital, segurança e encriptação de dados, desmaterialização de documentos e gestão de processos de negócios, seguindo sempre as melhores práticas internacionais. Acabamos por oferecer um serviço integrado ao cliente, atuando na parte física e na área tecnológica / digital.

P.F. – Dos serviços disponibilizados pela vossa empresa, quais os que geram mais procura por parte dos clientes?

F.F – A área de negócio ligada à divisão de IT é uma nova componente de negócio que consideramos estratégico. Decidimos apostar nesta pois sentimos a necessidade de preencher esta lacuna, face às prioridades dos clientes.
Naturalmente, sendo esta uma área de negócio ainda bastante recente, neste momento a componente de negócio mais solicitada pelos nossos clientes está ligada a soluções de arquivo digital. Mas é com satisfação que temos verificado que os clientes que temos vindo a abordar, vêm com muito bons olhos ter um prestador de serviços que dentro da mesma organização enderece soluções de arquivo, segurança e gestão de informação de uma forma integrada.

P.F. – Quão importante é o backup para as empresas?

F.F – Os backups e a definição das suas políticas, continuam a ser vitais para as organizações. O que temos assistido no mercado, atualmente é a continuação na aposta em soluções cada vez mais sofisticadas e resilientes. Do nosso ponto de vista, em regra geral, as organizações ainda descuram muito a importância dos backups.

O crescimento de dados como sabemos é exponencial e “silencioso” nas organizações. Infelizmente, só quando as empresas se vêm na iminência de ter de recorrer a uma recuperação de dados em situação de emergência é que entendem o seu real valor. Situações que, muitas vezes, já apresentam graves danos para o negócio. Do que temos visto apenas uma minoria das empresas, tirando as muito grandes, fazem testes de recuperação de dados e simulacros. Uma área de negócio que decidimos incluir na Keep It Safe para ajudar os nossos clientes a estarem preparados, e descansados, para quando precisarem de recuperar os seus dados com o menor impacto possível para o seu negócio.

P.F. – Assistimos à proliferação de ameaças informáticas, como o Ransomware em que os dados das empresas são encriptados por criminosos que pedem à posteriori um resgate para que os mesmos voltem a estar acessíveis. Os backups são a melhor resposta ao ransomware?

F.F – Numa perspetiva de ataques informáticos, os backups devem ser vistos como a última forma que temos de voltar a aceder aos nossos dados.

Na componente da segurança, a nossa visão segue por uma abordagem mais proactiva que de remediação. Neste contexto optamos por assessorar os nossos clientes e entregar soluções que visem reduzir ao máximo tanto os riscos de fuga de informação como ataques externos. A fuga de informação é hoje um fenómeno tão ou mais importante que os ataques externos. E se os ataques de malware são fortemente sinalizados e com um grande enfoque, já a fuga de informação é algo que ocorre continuadamente e em silêncio.

Neste contexto a Keep It Safe IT conta hoje no seu portfólio com um conjunto de soluções, que vão desde as mais simples, como a encriptação de dados até a soluções mais complexas como as de DLP (Data Loss Prevention). Contamos ainda no nosso portfólio com um avançado sistema de proteção de dados para servidores e postos de trabalho, que de forma integrada permitem acesso a um conjunto de ferramentas que incluem o antivírus, a análise e gestão de comportamento das aplicações até à gestão e segurança de dispositivos móveis. Tudo isto de forma integrada e numa só consola de gestão. Uma solução de enorme valor acrescentado para as organizações, que oferece um grande valor e redução de risco no que toca a segurança de informação e que financeiramente está ao alcance de todos.

P.F. – Considerando a importância dos dados que alojam, como garantem a segurança dos mesmos?

F.F – Internamente utilizamos as mesmas soluções que preconizamos para os nossos clientes. Em primeiro lugar porque temos consciência da importância dos dados que guardamos. Em segundo porque o nosso negócio vive da confiança. E o resultado disso tem sido os clientes que temos connosco desde que iniciámos a nossa atividade, e que continuam a fazê-lo ao longo de todos estes anos.

Por esse motivo tem sido nossa política até hoje, desenvolver soluções sempre tendo em vista a excelência, baseando a nossa oferta naqueles que consideramos os melhores parceiros tecnológicos do mercado.

Neste contexto, tanto a Keep It Safe como a Keep It Safe IT são empresas que entregam aos seus clientes soluções em detrimento de revenda de produtos. E este posicionamento tem sido vital na forma como abordamos o mercado, já que as nossas soluções têm sempre em vista, e como prioridade, os nossos clientes e a qualidade das soluções que lhes entregamos.

P.F. – Notam uma maior adesão aos vossos serviços por parte das empresas?

F.F – O que sentimos hoje é que temos uma oferta bastante mais abrangente e integrada e conseguimos criar ainda mais valor para os nossos clientes.

A inclusão da componente de IT nas organizações é hoje incontornável. E se a Keep It Safe tem sido uma empresa líder de mercado, apresentando soluções inovadoras na área de gestão documental e arquivos físicos desde a sua criação, é nosso objectivo continuar a inovar e ser vistos pelo mercado e pelos nossos clientes, como uma empresa em constante crescimento e evolução.
Nessa perspectiva a inclusão da componente de IT na nossa oferta era algo incontornável, movimento este que nos permite hoje, mais uma vez tal como há 15 anos atrás, um posicionamento único de mercado com visão e enfoque no futuro.

P.F. – Recentemente a Keep It Safe IT assinou um contrato de representação exclusiva da solução Suite Elo do gigante alemão Conteva. Fale-nos um pouco desta parceria.frederico2

F.F – Este acordo de representação exclusiva em Portugal e de parceria privilegiada nos PALOP’s da solução Suite Elo da Conteva, irá permitir à Keep It Safe IT proporcionar uma nova oferta na área da gestão documental e de processos de negócio, a um universo de empresas que, dificilmente, poderiam ter acesso a este tipo de ferramentas. A tecnologia ELO beneficiará, ainda, os processos de ECM de cada organização. Disponibilizaremos esta tecnologia em regime SaaS, sem qualquer perda de funcionalidade, relativamente às soluções clássicas de implementação de soluções na infraestrutura tecnológica do cliente. Este facto aumentará, em larga escala, o ROI destas soluções, pela descida acentuada dos custos financeiros inerentes.

P.F. – Quais os vossos objetivos para este ano? Pretendem lançar novos serviços?

F.F – Este ano é nosso objectivo manter as taxas de crescimento que temos tido até agora, para solidificar a forte posição de mercado que a Keep It Safe detém desde há muitos anos a esta parte, na vertente de gestão e custódia de arquivos.

E continuar a nossa aposta e investimento na Keep It Safe IT, onde temos nos últimos meses vindo a desenvolver parcerias importantes, com fabricantes líderes de mercado, para o negócio e apostado na integração de novos colaboradores para nos ajudarem a levar esta nova e estratégica unidade de negócio dentro do grupo.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário