Dulce Ribeiro, Responsável de Qualidade da Clinica Dr. Pinheiro Correia

135256
0
Share:

A área da medicina dentária está em franca expansão em Portugal. A Leak Business esteve à conversa com Dulce Ribeiro, Responsável de Qualidade da Clinica Dr. Pinheiro Correia que nos falou do nascimento desta clínica, das principais mais valias e também dos hábitos de higiene dos portugueses.

Patrícia Fonseca – Pode descrever o conceito da Clinica Dr. Pinheiro Correia?

Dulce Ribeiro – O conceito da Clinica Dr. Pinheiro Correia é proporcionar o aumento da qualidade de vida e autoestima do paciente, em qualquer faixa etária, recorrendo a práticas clínicas rigorosas e personalizadas, num ambiente relaxado e desprovido de receios. É a concretização da filosofia do Dr. Pinheiro Correia, médico dentista, pós-graduado em implantologia oral desde 1994 e ortodontia desde 2006, diretor clínico da Clínica Dr. Pinheiro Correia.

P.F. – Quais as mais-valias face a outras clínicas dentárias?

D.R. – Uma equipa de médicos dentistas experiente, com as mais altas qualificações dentro de cada especialidade. O recurso às últimas tecnologias, tais como a anestesia cortical eletrónica sem dormência, a sedação consciente, periotest – teste de estabilidade de implantes dentários, sistema CAD-CAM para impressão 3D de coroas e pontes na hora, piezoelectricity, etc. A garantia de controlo da contaminação cruzada, cada gabinete dispõe de uma assistente dentária credenciada. Tempos de consulta agendados de acordo com as necessidades de cada paciente. O diretor clínico está presente, a clínica tem um rosto!

P.F. – Pode contar-nos como nasceu a Clínica?

D.R. – A empresa foi criada em 1989 pelo Dr. Pinheiro Correia. Após frequentar a licenciatura em medicina, o Dr. Pinheiro Correia percebeu que a sua paixão e vocação para a medicina dentária era um objetivo a concretizar. Terminada a licenciatura em medicina dentária, procurou instalar-se numa área em franco crescimento e optou pela linha de Sintra, Massamá, junto à estação, onde dispunha de 2 gabinetes dentários. Em 1997 expandiu para Lisboa, onde fundou a Oroface Clínica, no Campo Grande. Em 2006, perante a necessidade de aumentar o espaço em Massamá, muda para as atuais instalações, na Rua da Milharada.

P.F. – Considera que a população portuguesa possui bons hábitos de higiene dentária?

D.R. – Nas duas últimas décadas, graças à constante sensibilização da população, os hábitos de higiene oral melhoraram consideravelmente, contudo, estudos divulgados recentemente pela OMD (Ordem dos Médicos Dentistas) evidenciam que Portugal é o segundo país da União Europeia com a maior percentagem de pessoas com mais de 16 anos que relatam necessidades não satisfeitas em cuidados de saúde oral: 17,8%, muito acima da média da UE (7,9%). Mais, higiene dentária é também reabilitação oral, reposição de peças dentárias perdidas, harmonia oral e facial. É urgente esta sensibilização.

P.F. – O que recomendaria como os hábitos perfeitos de higiene dentária?

D.R. – Escovar os dentes com a pasta adequada após as refeições, utilização do aparelho de jato de água ou do fio dentário, supervisão da lavagem dos dentes das crianças e visitas regulares ao dentista, com a periodicidade necessária para cada caso.

P.F. – Como tem sido a faturação da empresa? Têm crescido? Se sim, quais os motivos que levaram a esse crescimento no seu entender?

D.R. – Com a mudança de instalações em Massamá em 2006, o vasto número de fichas de pacientes, a implementação do Sistema de Gestão da Qualidade ISO 9002 e a permanente atualização das técnicas e equipamentos crescemos muito. A qualidade e personalização dos serviços prestados é reconhecida pelos nossos pacientes.

P.F. – Quais os próximos passos da marca? Onde se veem dentro de 3 a 5 anos?

D.R. – Estamos sempre atentos às necessidades dos nossos pacientes, à formação contínua de médicos e assistentes e à permanente evolução das novas técnicas e materiais de tratamentos de reabilitação oral e facial. A expansão, no prazo de 3 a 5 anos será inevitável. Atualmente estamos a trabalhar a marca, de forma a alavancar o conceito e a assinatura que nos define – AMOR PELO SEU SORRISO- para um conceito mais abrangente, o de design oral e facial, pois a medicina dentária atual e que praticamos é isso mesmo, ORAL & FACE DESIGN.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário