15035 0

Enterasys cresce 32% no ramo da Educação no terceiro trimestre de 2013

A Enterasys anunciou um crescimento de 32% na sua área de negócio de Educação no terceiro trimestre de 2013 (quarto trimestre do seu ano fiscal).

Este crescimento deve-se fundamentalmente a novos clientes incorporados à já atual carteira de clientes durante o trimestre, que representam 25% do total do crescimento do negócio nos Estados Unidos. Noutras regiões, como a Europa Central e a EMEA, o negócio total em produtos para educação registou crescimentos ainda maiores.

Uma parte importante deste crescimento deve-se a projectos de redes wireless em ambientes educativos, negócio que cresceu 99% em todo mundo e 84% nos EUA. A região a registar um maior crescimento em wireless durante este trimestre foi a América Latina, com 208%.

Dentro do sector educativo, o negócio das soluções de rede para escolas do ensino primário e secundário proveniente de novos clientes cresceu 18% em todo mundo e 34% na EMEA.

Alguns projectos relevantes

Nos Estados Unidos foram realizados projectos pioneiros de implementação do Enterasys IdentiFi e da arquitectura OneFabric para suportar programas BYOD ou iniciativas cloud, em instituições como Chelmsford Public School District, Broward College, Wittenberg University e Oral Roberts University.

Neste trimestre, a Enterasys também colocou em marcha um programa de formação online, com cursos sobre Fundamentos de Networking, já concluído, e outros sobre Fundamentos de Redes WLAN e Data Center, ainda a decorrer. Este programa de cursos conta com mais de mil alunos em mais de 40 países.

Depoimentos de clientes

Rick Mickool, CIO, da Wittenberg University: “A Enterasys conhece os meios de educação superior e conhece os desafios que enfrentamos. Quando tratamos com a Enterasys não temos a impressão de estar a lidar com uma grande organização impessoal, algo que é muito importante para uma instituição pequena como a nossa universidade. Com a Enterasys, as nossas capacidades de gestão e controlo da rede têm melhorado, e temos melhor visibilidade sobre o que se passa na rede. Finalmente somos capazes de gerir o acesso à rede de cabo e wireless, com um único sistema de gestão”.

Filipe Miguel Coutinho Batista Duarte, Administrador de Rede e Sistemas, do Instituto Politécnico de Santarém: “O Instituto Politécnico de Santarém é cliente da Enterasys desde 2004. Apesar das mudanças tecnológicas e no uso de aplicações, a infra-estrutura da Enterasys tem suportado o passar do tempo e continua a ser a peça chave de tudo o que fazemos. Como instituição académica estamos na vanguarda da revolução BYOD e registámos um enorme crescimento no número de dispositivos WLAN ligados à rede, que passou de poucas dezenas em 2004 para os 450-500 de hoje. A solução WLAN da Enterasys ajudou-nos a fazer frente a estes desafios e a dar serviço a todos os nossos utilizadores em três localizações diferentes, com uma infra-estrutura fiável e segura”.


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

Alcatel-Lucent Enterprise cresce a bom ritmo

A ALE que opera com a marca Alcatel-Lucent Enterprise, registou um crescimento anual e trimestral significativo na área de Wireless Local Area Networking. A conclusão foi do estudo

InnoWave implementa Sistema Integrado de Cobrança de Portagens

A InnoWave anunciou o desenvolvimento de um projeto na Estradas de Portugal. Desafio A Estradas de Portugal (EP), no âmbito da introdução de novos negócios, onde se destacam

Empresas implementam dispositivos móveis mas esquecem segurança

Um estudo internacional realizado pela IDC e patrocinado pela IFS mostra que 65% das empresas tencionam investir em soluções de mobilidade através da aquisição de smartphones e tablets.

IBM estabelece protocolo de cooperação com a CMP

A IBM assinou hoje com a Câmara Municipal do Porto (CMP) um protocolo de cooperação que visa a criação de um Centro de Operações Integrado (COI), que reunirá

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *