Empresas e particulares usam o Facebook para ultrapassar a crise e o desemprego

30184
0
Share:

A plataforma de Social Commerce, Facestore, que permite transformar qualquer página de Facebook numa loja online, revela hoje os principais indicadores do 1º trimestre de 2014. São mais de 4000 lojas que já abriram portas no Facebook em Portugal e 60% pertencem a empresas que vêm no Facebook a oportunidade de venderem os seus produtos na grande montra online. Particulares seguem a tendência e vêm no Facebook uma forma de combater o desemprego.

Cada vez mais lojas faturam no Facebook

Se no início eram poucas as lojas que faturavam no Facebook, quando foi lançada a Facestore, precisamente há um ano atrás, “hoje assistimos a um crescimento muito significativo do número de lojas que actualmente fatura no Facebook e no aumento do volume de faturação por loja”, refere Paulo Solinho Barbosa CEO da Facestore. O número de encomendas registadas na plataforma, aumentou 40% no 1º trimestre de 2014, face ao trimestre anterior, representando um volume de negócios total de 400 mil euros.

graf02_v2

É o caso da The Gin Box, https://www.facebook.com/theginbox, uma loja online que comercializa especiarias para Gin, que abriu portas no Facebook e aumentou em 80% as suas vendas na Internet através da Plataforma Facestore. O Facebook mostrou-se ser o canal perfeito para lançar um negócio novo em Portugal e o sucesso fez com que a empresa esteja a planear abrir uma nova loja online em Espanha.

Vende-se de tudo um pouco no Facebook

Vestuário, Saúde e Beleza e Alimentação são as áreas predominantes das empresas que apostam na Rede Social para as suas vendas online enquanto que os Particulares estão distribuidos pelas áreas de Artigos Usados, Obras de Arte e Prestação de Serviços.

graf01_v2

Se nestas alturas de crise o que não falta é imaginação e criatividade aos portugueses para tentarem sair dela, é através das Redes Sociais que muitos negócios estão a acontecer hoje em dia. A Sata Rallye Açores é um bom exemplo disso e foi através da Facestore que a empresa decidiu experimentar o canal Facebook para vender entradas para o Raylle que se realiza nos Açores. A aposta revelou-se acertada e foi através da Rede Social que muitos fans adquiriram o bilhete de entrada.

Nos particulares são muitas as iniciativas de utilizar o Facebook para ganhar algum rendimento extra, como é caso da Joana Meireles, uma estudante no Curso de Ciências de Comunicação do ISMAI, que viu nas Redes Sociais uma forma de vender os produtos que comercializa e abriu a Loja da Joana no Facebook https://www.facebook.com/lojadajoana. A Joana já está a receber as primeiras encomendas e a servir de exemplo para muitas colegas da faculdade.

loja-joana

A Facestore é a plataforma líder em Portugal para lojas online no Facebook. Lançada em Maio de 2013, a plataforma foi distinguida com o 1º lugar no Prémio Empreendedorismo atribuído pela Comissão Europeia em 2013.


Share:

Deixe o seu comentário