19788 0

Empresa de Software portuguesa cria sistema personalizado de fidelização

Imagine que uma marca tinha um sistema que lhe permitia saber em segundos quais os produtos favoritos dos seus clientes, o valor médio de compras e o número de visitas à loja. Esta foi a ideia desenvolvida por Alfredo da Costa Neto quando criou a plataforma omnichannel Loyty, um software que permite interagir e monitorizar as interações dos clientes em lojas físicas, websites de e-commerce e aplicações móveis, identificando hábitos de consumo e construindo perfis de compra do cliente. Um software que, segundo, o seu criador possibilita a fidelização de clientes e o aumento das vendas, em média, entre 5 a 35% dependendo do mercado.

Esta solução foi desenvolvida como um spinoff da empresa EISA – que desenvolve software de gestão de cadeias de lojas – após o seu criador ter reconhecido no mercado a necessidade de evolução nos sistemas de fidelização de clientes por parte das empresas – tanto em B2C como em B2B. A equipa foi crescendo e, neste momento, inclui 8 jovens quadros qualificados.

A primeira grande marca portuguesa a implementar o Loyty foi a Seaside. Após três meses do início das operações em 2014, a marca de calçado registou a fidelização de 110 000 clientes, tendo realizado cerca de 300 000 interações digitais com os mesmos, que levaram nesse período a um aumento do valor médio do cabaz de compras de 37%. O número de clientes fidelizados quadruplicou em 2 anos.

Alfredo da Costa Neto, Fundador e CEO da Loyty, sublinhou: “Com a Loyty, as empresas conseguem conhecer melhor os seus clientes, através das compras que efetuam e das interações com os mesmos. Desta forma, é possível definir uma resposta única para cada cliente. É quase como se cada empresa pudesse falar com cada cliente one-to-one, em cada comunicação.”

A recolha destes dados permite, ainda, às empresas analisar as taxas de conversão dos clientes a iniciativas de comunicação e retenção, otimizando as campanhas à medida que são desenvolvidas. Desta forma, é possível definir métricas de negócio mais exatas que permitem mensurar e otimizar resultados de marketing de médias e grandes empresas.


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

Novo software SAS Data Managment potencia a virtualização de dados e o MDM

O SAS Portugal lançou a actualização do SAS Master Data Management e do SAS Federation Server, com o intuito de ajudar as empresas a melhorar o acesso a

Sage acrescenta ao software de gestão, dinamismo e mobilidade

Com o mote “Acelere o sucesso do seu negócio ” a Sage lança a solução SageCRM. Exceder as expectativas dos clientes em tempo real e em qualquer lugar,

Indra alcança 60M€ de lucro no primeiro semestre de 2014

No segundo trimestre de 2014, a evolução da actividade da Indra desenvolveu-se dentro das previsões realizadas no início do ano. Verificou-se uma ligeira melhoria na actividade em Espanha

jp.group marca o início de uma nova etapa para a JP Sá Couto

Inicia-se hoje uma nova fase na vida da JP Sá Couto, empresa da dupla de irmãos Sá Couto, sustentada por quase 30 anos de crescimento, de diversificação das

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *