34532 0

Empreendedores portugueses desenvolvem modelo de negócio nos Estados Unidos

Na sequência da participação na edição de 2017 do inRes –  Entrepreneurship in Residence – iniciativa de aceleração de negócios do Programa Carnegie Mellon Portugal -, três equipas de empreendedores portugueses estão de partida para os Estados Unidos da América para participarem num programa de imersão com a duração de sete semanas, entre 7 de setembro e 29 de outubro. Caterpillar Math, Connect Robotics e WESENSS são as equipas participantes nesta quarta edição do programa InRes.

Financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, o inRes dá agora a oportunidade às equipas participantes de aproveitarem durante seis semanas, no campus de Pittsburgh, todas as valências do Swartz Center for Entrepeneurship. Segue-se uma semana no campus de Silicon Valley da Carnegie Mellon University (CMU), para uma fase intensiva de validação dos modelos de negócio, afinação de soluções tecnológicas e contatos com empresas e investidores.

Para a WESENSS, “a oportunidade de contatar pessoalmente, numa base diária, diferentes stakeholders e estabelecer com eles uma relação próxima e de confiança, é algo que mais nenhum programa proporciona. Esperamos regressar do programa inRes com um melhor entendimento das expetativas e necessidades dos stakeholders e com a definição de um modelo de negócio e estratégia de mercado sustentáveis.” Rui Rosas e Duarte Dias, os representantes da equipa, estão a trabalhar no desenvolvimento de uma solução que permite a monitorização dos sinais vitais dos profissionais de primeira resposta, como bombeiros, socorristas e polícias, permitindo o aumento da sua eficiência operacional e a redução de riscos de saúde.

Juntamente com a WESENSS, também a Caterpillar Math – jogos digitais que pretendem desenvolver as competências matemáticas – e a Connect Robotics – serviço de entregas com drones, que inclui tecnologia de gestão autónoma de tráfego aéreo para drones -, participaram já na primeira fase do inRes que decorreu no Porto e em Lisboa, entre os meses de junho a agosto, e na qual se realizaram diversos workshops dirigidos por uma equipa de mentores experientes.


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

Fortinet

Fortinet amplia a automatização, visibilidade e controlo do Security Fabric

A Fortinet ampliou o rendimento, a automatização, a visibilidade e a gestão da sua arquitetura Security Fabric em todo o tipo de ambientes cloud, abrangendo tanto a infraestrutura

Infosistema estabelece parceria com Software de Gestão Documental M-Files

A Infosistema anuncia o estabelecimento de uma parceria com o Software de Gestão Documental M-Files, um sistema robusto, de fácil instalação e manutenção, com integração forte com o

Grupo Lufthansa cria uma melhor experiência de viagem com o IBM MobileFirst for iOS

A IBM anunciou que o Grupo Lufthansa introduziu uma nova solução móvel para os seus empregados, suportada no MobileFirst for iOS, para transformar as operações em terra da

Talkdesk prepara mais 100 contratações nos próximos meses

A Talkdesk já concretizou o seu objetivo de recrutar 100 colaboradores durante o ano de 2017, tendo reforçado a sua equipa nos escritórios de Lisboa e Porto, sobretudo

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *