EDP e a Microsoft, em colaboração com a NarrowNet, querem encontrar os melhores hackers

32912
0
Share:

A EDP e a Microsoft, em colaboração com a NarrowNet, vão promover um Hackathon que tem como objetivo encontrar os melhores hackers em Portugal. Esta iniciativa decorre entre 8 e 24 de fevereiro e visa desenvolver cenários de inovação que contribuam para a promoção de projetos empresariais diferenciadores. As empresas querem assim encontrar programadores que desenvolvam novas abordagens tecnológicas com Smart Meters, ou seja, Contadores Inteligentes, que registem o consumo de energia nas residências ou nas empresas e, em seguida, comunicam essas informações à EDP autonomamente.

Para participar nesta maratona de programação, os participantes devem ser talentos do mundo tecnológico, ativos, dinâmicos e, sobretudo, inovadores. Devem organizar-se em equipas de dois ou três elementos e desenvolver um protótipo de uma solução que permita a comunicação entre os dados entre um medidor inteligente e uma solução de cloud, através de um protocolo de baixa largura de banda.

Podem participar indivíduos com competências nesta área e maiores de 18 anos ou startups. O prazo de candidatura começou a 14 de dezembro e termina no dia 1 de fevereiro.

De todas as equipas candidatas serão selecionadas no máximo 20 equipas que participarão no evento que decorre entre 8 e 24 de fevereiro.

A primeira fase do projeto é focada no hardware e a segunda no software, envolvendo o uso da rede de comunicações NarrowNet (protocolo de mensagens Sigfox), a integração da solução com as ferramentas do Microsoft Azure e o desenvolvimento de um produto utilizável.

As soluções implementadas serão avaliadas por um júri e os critérios são a integridade, eficiência, eficácia e a qualidade de projeto.

Para tornar este projeto viável, uma equipa composta por elementos da EDP Inovação, EDP Starter, EDP Labelec, EDP FabLab e Microsoft, em articulação com a NarrowNet, trabalharam, durante cerca de três semanas, no protótipo de hardware e software de um dispositivo, tecnologias estas que são o ponto de partida desta iniciativa, na qual EDP e Microsoft ambicionam motivar jovens e startups a inovar por cima do trabalho já desenvolvido, criando assim um novo cenário para a inovação aberta.

No final, serão três as equipas distinguidas. A equipa vencedora receberá um Microsoft Surface Pro 4, para cada elemento. A equipa classificada em segunda posição terá direito a um Microsoft Lumia 640 e a medalha de bronze receberá um Kit de IoT. Todas as equipas distinguidas receberão ainda um multi-sensor Sens’It para comunicar na rede NarrowNet.

Além dos prémios, as equipas que demonstrarem ter um elevado potencial serão ainda convidadas para fazer parte do EDP Starter Program em Portugal, Espanha ou Brasil.

São três as motivações que estão na base deste projeto:

– Testar se a largura de banda é suficiente para transportar os dados necessários do medidor inteligente, uma vez que as redes de baixa largura de banda oferecem o serviço com algumas limitações assim como o tamanho dos dados que são transportados;

– Reduzir a complexidade de conectar um dispositivo a um medidor inteligente, tornando mais fácil obter dados do medidor inteligente sem uma solução altamente complexa.

– Potenciar a inovação na área da eletricidade, uma vez que se estima que o mercado de automação residencial possa valer cerca de € 34 biliões até 2020.

As cerimónias de lançamento e anúncio dos vencedores (a 8 e 24 de fevereiro, respetivamente) decorrerão no Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT), em Lisboa.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário