34144 0

Ecossistema aberto da HP quebra barreiras nas redes definidas por software (SDN)

A HP acaba de revelar o primeiro ecossistema aberto empresarial da indústria para redes definidas por software (Software-defined Networking – SDN) através do HP SDN Developer Kit (SDK) e da HP SDN App Store, criando desta forma novas oportunidades de negócio para parceiros e fornecendo aos clientes a possibilidade de adquirir e implementar, de uma forma simples, serviços de rede.

A implementação de redes legacy requer normalmente longos períodos de configuração e customização, que atrasam a potencial implementação de aplicações e limitam a agilidade. Apesar do SDN prometer automatizar as operações de rede, as tecnologias fechadas e proprietárias inibem a inovação, impedem a interoperabilidade e limitam a criação de mercado. Um ecossistema aberto de SDN, juntamente com uma plataforma de desenvolvimento de aplicações, abre o caminho à inovação e potencia simultaneamente a colaboração.

“Uma das nossas maiores prioridades é entregar inovações que acompanhem o ritmo da procura por novos serviços por parte dos clientes”, refere Ricardo Pedreti, data networking marketing manager, da Telefonica|Vivo Corporate Customers. “A simplicidade e automação possibilitadas pela solução SDN da HP eliminam a complexidade e permitem-nos acelerar a oferta de serviços de última geração.”

O Kit SDN Developer da HP proporciona aos programadores as ferramentas essenciais para criar, testar e validar aplicações SDN, alavancando deste modo a sua infraestrutura de SDN, bem como um conjunto completo de serviços de assistência. Também a SDN App Store da HP permite aos clientes aceder, procurar, comprar e efetuar diretamente o download das aplicações para o Application Networks SDN controller, criando assim um novo modelo de negócio no âmbito da compra e implementação dos serviços de rede.

“Através do SDN a indústria de networking tem uma oportunidade de inovar de forma disruptiva e está agora preparada para dar um monumental passo em frente”, disse Bethany Mayer, senior vice-presidente e general manager de Networking da HP. “A HP criou o portefólio de produtos SDN mais abrangente desta indústria, além de um ecossistema aberto de SDN, que oferece um meio para empresas e parceiros ajustarem rapidamente a rede às necessidades dos seus negócios e aplicações.”

“As áreas aplicacionais e de controlo irão desempenhar um papel fundamental numa arquitetura SDN onde através do desenvolvimento de aplicações específicas as organizações poderão, de uma forma dinâmica, definir e alterar o modo de funcionamento das suas redes. Os recentes desenvolvimentos e lançamentos são a prova em como a HP opta por soluções abertas que, através da programação de API, permitem uma fácil integração com diversas soluções e fabricantes e o desenvolvimento de novas aplicações. A HP pretende aproximar as ́redes de dados ́ aos objetivos de negócio das empresas e para tal desenvolve as suas soluções SDN baseadas em 3 princípios essenciais: flexibilidade na utilização das redes, rápida implementação e adaptação das redes nas organizações e facilidade na operação”, disse Fernando Teixeira, Networking Division Manager da HP Portugal.

Fomentar a inovação através de um ecossistema aberto

O SDN Developer Kit da HP permite aos parceiros HP AllianceOne e aos programadores independentes de software acederem às ferramentas necessárias que lhes permitem desenvolver, simular e validar aplicações SDN de nível de exigência empresarial para vender na SDN App Store da HP. Estas ferramentas permitem aos parceiros:

  • DesenvolverrapidamentenovasaplicaçõesdiretamentenocontroladorVANSDNda HP utilizando documentação API, um guia de programação e linhas de código;
  • Testarainteroperabilidadeefuncionalidadedasaplicaçõesnumambientede“prova de conceito” que simula condições dos utilizadores, através de um simulador de rede SDNedoSDNVirtualLabdaHP;
  • Validaraplicaçõesrecentementecriadasparaatenderaos“standards”daHPpara um nível de exigência empresarial, através do SDN Validation Test.
  • Paralelamente a estes recursos disponíveis em HP.com foram criados fóruns destinados a programadores de SDN que incentivam a colaboração e incluem a criação de grupos de trabalho privados e serviços de assistência da HP.
  • “As aplicações irão conduzir a tecnologia SDN para ganharem preponderância no mercado de networking ”, diz Rohit Mehra, vice president of network infrastructure, da IDC. “A ́catch 22 ́ significa que para inovar através das aplicações é necessário um grande investimento em infraestrutura para o desenvolvimento, que se torna proibitivo. O surgimento de uma App Store em SDN, juntamente com um Developer Kit, torna-o numa alternativa acessível para os programadores.

Racionalizar o go-to-market através de um mercado aberto

A HP SDN App Store cria um mercado aberto que possibilita ao ecossistema de parceiros vender aplicações SDN, que os clientes podem implementar nas suas redes com recurso a poucos cliques. A SDN App Store irá incluir aplicações desenvolvidas pela HP, aplicações desenvolvidas em conjunto com parceiros, bem como aplicações certificadas por parceiros e desenvolvidas pela comunidade.

A SDN App Store da HP oferece a infraestrutura front end e back end necessária para uma loja online, evitando investimento acrescido para os parceiros do ecossistema. Cada aplicação vendida através da HP SDN App Store é aprovada pela própria HP, assegurando que estas são aplicações SDN de nível de exigência empresarial.

Os clientes empresariais têm também a possibilidade de criar um portal seguro e privado, acessível apenas por colaboradores, para efetuarem o download e correrem o controlador HP VAN SDN através dos seus ambientes privados de servidores.

“Temos vindo a testar as aplicações SDN no controlador VAN SDN da HP para automatizar os nossos serviços de rede, reduzir a complexidade e baixar os custos operacionais nos vários edifícios que compreendem o Departamento de Engenharia Elétrica”, refere Charlie Orgish, manager of distributed systems da no Departamento de Engenharia Elétrica da Universidade de Stanford. “Estamos a colaborar com a HP para desenvolver aplicações inovadoras adicionais para a nossa rede, à medida que esta se propaga em outras redes de pesquisa.”

Para complementar este ecossistema aberto de SDN, a HP adicionou o suporte OpenFlow a 10 novos routers no portefólio HP FlexNetwork, incluindo o HP MSR 2000, 3000, 4000 e o HP Virtual Services Router (VSR). Estes acréscimos são construídos no portefólio de 50 switches preparado para OpenFlow, representando mais de 25 milhões de portas instaladas. A lista completa de parceiros pode ser consultada na página web da HP SDN Ecosystem Partners.


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

Entrevista Pedro Nobre: IT Solutions Architect da Schneider Electric Portugal

Os centros de dados em Portugal já apresentam índices de maturidade aceitáveis ao nível da robustez, redundância e eficiência. Porém, em tempo de crise económica a modernização dos

Uber lança ‘Perfil de Empresa’ para deslocações profissionais

A gestão das viagens empresariais com a Uber ficou mais simples. Com o novo ‘Perfil de Empresa’, a Uber permite agora separar os percursos e faturas pessoais das

Empresas investem pouco no combate ao cibercrime

Por vezes, os especialistas em segurança de TI enfrentam problemas dentro da sua empresa ou de um departamento específico, que os impedem de exercer as suas funções na

SAGE abre inscrições da 8ª edição dos Cursos de Verão

A Sage abriu as inscrições para mais uma edição dos cursos de verão direcionados a recém-licenciados e desempregados das áreas de Gestão, Ciências Empresariais e Informática, disponíveis em

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *