27354 0

Claranet cria nova unidade de negócio de Segurança, com integração da Globinnova

A Claranet anunciou a integração de todo o portfolio e colaboradores da Globinnova, no intuito de reforçar umas das suas apostas estratégicas para este ano: Cybersecurity.

No âmbito deste acordo, todos os serviços disponibilizados pela Globinnova, empresa especializada em Cyber Intelligence, fundada por Pedro Barbosa, serão incorporados na oferta da Claranet aos seus clientes. A Globinnova desenvolveu uma plataforma de big data security que detecta malware em empresas a nível mundial, e uma solução de simulação de ataques de phishing/engenharia social. Esta última, complementada com formações especializadas de Cybersecurity, permite que os colaboradores fiquem mais resilientes a ciber ataques que causam grandes perdas, com predominância nas fraudes em departamentos financeiros, uma área também conhecida como “CEO Fraud” ou “Business Email Compromise”.

A Claranet elegeu a Segurança, que está no topo das preocupações dos CIOs, como um dos seus focos principais em 2017, e planeou o lançamento em breve, em Portugal, de um Security Operations Center (SOC) para monitorização e reacção a incidentes de segurança, num regime 24×7, interligado ao SOC que já opera em Lille (França). A empresa reforçará ainda o seu portfolio com serviços especializados em Cyber Intelligence, mais concretamente em Proteção Digital de Marca, Detecção de fugas de informação (Data Breaches) e outros riscos encontrados na Deep & Dark Web.

Com esta aposta, a Claranet pretende alargar o seu alcance no mercado nacional e internacional como prestador de referência de Managed Security Services, a par da notoriedade que já alcançou no mercado de Managed Hosting Services, servindo clientes nacionais e internacionais. O seu objectivo é ultrapassar 1 milhão de euros, nesta área de Segurança, já em 2018.

Pedro Barbosa integrará a Claranet como Head of Cybersecurity. Para Pedro Barbosa, “esta nova unidade, composta por uma equipa com mais recursos e enquadrada num grupo de referência europeu, permite endereçar projetos de Cybersecurity com um grande grau de especialização em empresas e organizações de grande dimensão. As empresas e organizações são diariamente alvo de milhares de ciber ataques, e a Claranet Cybersecurity apoia as empresas oferecendo um equilíbrio entre tecnologias, pessoas e processos de forma a mitigar todas estas ciber ameaças.”


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

USA Truck Inc. migra as suas aplicações com a Micro Focus

A Micro Focus dilvugou que a USA Truck, Inc., completou a migração de todo o seu portfólio de aplicações mainframe para um servidor virtualizado da Microsoft Windows. Ao

TNT Airways substitui documentos de voo em papel por iPads

A TNT Airways, subsidiária da TNT Express para os transportes aéreos, vai eliminar a utilização de documentos de voo em papel nos cockpits dos seus 50 aviões que

NEC Display Solutions lança um inovador monitor táctil

A NEC lançou o ecrã LED MultiSync E232WMT, um monitor touch-screen com retroiluminação, desenhado para ambientes profissionais, de escritório, suportando sistemas operativos modernos e funcionando também como dispositivo

MicroStrategy Cria Mobile App Universe e Developer Academy

A MicroStrategy lançou o MicroStrategy Mobile App Universe para apresentar várias soluções de aplicações empresariais disponíveis para os clientes, fornecidas diretamente pelos Serviços MicroStrategy ou através da sua

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *