29585 0

Cisco Tetration reforça a proteção dos volumes de trabalho com implementações em modo SaaS e virtual

A Cisco anuncia dois novos modelos de consumo para a sua solução Cisco Tetration, para data center e para Cloud: Tetration SaaS, a solução baseada na Cloud e o Tetration-V, uma versão exclusiva para software que utiliza um dispositivo virtual para pequenas implementações.

Ambos os modelos oferecem as mesmas características e funcionalidades da versão original on-premise da Tetration. Esta solução inovadora automatiza a produção e o reforço da atribuição de unidades e de políticas whitelist para as aplicações, proporciona visibilidade do rendimento da rede e oferece proteção do volume de trabalho Cloud.

As APIs da Tetration permitem aos departamentos de TI criar aplicações personalizadas com acesso aos recursos de dados da Tetration, permitindo a exportação e o reforço de políticas produzidas pela Tetration através dos controladores SDN e dos dispositivos de segurança.

Com os novos modelos de consumo, as organizações podem implementar a tecnologia Tetration em poucas horas, sem investimento inicial e com a flexibilidade do modelo de pagamento em função do crescimento.

O Tetration SaaS proporciona todas as vantagens de um modelo totalmente gerido, incluindo:

  • Proteção do volume de trabalho sem necessidade de utilizar um hardware instalado localmente (on-premise)
  • Proteção do volume de trabalho on-premise, Clouds públicas e privadas
  • Escalabilidade até 25.000 volumes de trabalho
  • Preservação de dados durante meses
  • Implementação mais célere para obter os benefícios da plataforma rapidamente
  • Elevada disponibilidade e funcionalidade de recuperação em relação a problemas integrados
  • Serviços garantidos pelo SLAs de maior qualidade
  • Serviços geridos proporcionados pelos parceiros de canal da Cisco

Para as organizações que implementam menos de 1.000 volumes de trabalho e preferem uma aproximação apenas de software, a Tetration está disponível num appliance virtual. Esta opção de implementação com apenas um clique permite às organizações utilizar a sua própria infraestrutura de servidor e de armazenamento.

Ambos os modelos da Tetration constituem uma solução pronta a utilizar para identificar as aplicações do data center, as suas dependências e as políticas subjacentes entre as diferentes camadas de aplicações. Os departamentos de operações de TI podem implementar um modelo zero-trust utilizando políticas de whitelist e segmentação, monitorizar o comportamento dos processos do servidor e identificar as vulnerabilidades relacionadas com o software.

Segurança

A Tetration é capaz de identificar vulnerabilidades de segurança graves, como alguns exploits Spectre e Meltdown através de anomalias baseadas no comportamento, permitindo colocar proativamente os servidores afetados em quarentena. Com esta aproximação, a Tetration proporciona uma proteção completa do volume de trabalho Cloud em qualquer lugar.

A Tetration é também uma tecnologia fundamental no portfólio de segurança para data center e para proteção do volume de trabalho da Cisco. A Tetration trabalha com o Cisco ACI e com a plataforma de segurança da Cisco, incluindo o Cisco Firepower Next-Generation Firewall (NGFW), Next-Generation IPS (NGIPS), Advanced Malware Protection (AMP) e Stealthwatch, com o objetivo de oferecer uma segurança eficaz que proteja o volume de trabalho em qualquer lugar. Os departamentos de TI podem assim visualizar tudo através da rede corporativa, reduzir o espaço operacional dos atacantes e eliminar as falhas de segurança do data center que resultam do movimento lateral dos volumes de trabalho.

Serviços e disponibilidade

A Cisco também oferece serviços profissionais e de suporte para a Tetration Saas e Tetration-V, incluindo implementação, aceleração e otimização. A Cisco Tetration-V já se encontra disponível e a Tetration SaaS prevê-se que apenas esteja disponível em maio de 2018.


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

Talkdesk: a única empresa portuguesa no ranking da Forbes

A Talkdesk foi nomeada para o ranking “Forbes 2017 Cloud 100”, que selecionou as 100 melhores empresas de cloud a nível mundial. Esta seleta lista – da qual

Fujitsu Lança Dispositivos Client FUTRO de Próxima Geração

A Fujitsu anuncia uma nova geração de dispositivos FUTRO Thin Client, optimizados para implementações empresariais em larga escala e com melhorias em termos de flexibilidade, performance e segurança.

Receitas da Bizdirect crescem para 44,4M€ em 2017

A Bizdirect anuncia receitas de 44,4 milhões de euros no exercício de 2017. Um resultado que se traduz num aumento de 16% face ao ano anterior e de

Konica Minolta lança update de Software Accurio Pro Flux para apoiar o desenvolvimento dos Clientes

A Konica Minolta anunciou a versão 7.6. altamente escalável da solução de gestão de impressão Accurio Pro Flux. Inclui a nova opção Flux Preflight Pro, um sistema de

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *