Cisco atinge as 10.000 patentes nos Estados Unidos

8008
0
Share:

No passado dia 2 de julho a Cisco recebeu do Governo dos Estados Unidos o reconhecimento da sua patente número 10.000, tornando-se assim numa das primeiras empresas do país a atingir a referida meta.

Foi em 1988 que a Cisco registou a sua primeira patente, e em 1992 foi publicada a primeira patente sobre um inovador protocolo de routing – Interior Gateway Routing Protocol – para facilitar a comunicação entre computadores, no mesmo ano em que começava a falar de algo denominado World Wide Web.

Desde essa altura até às mais de 13.000 patentes da companhia aprovadas hoje em todo o mundo, a história de inovação da Cisco marcou as principais transições tecnológicas dos últimos 30 anos: desde múltiplas patentes de routing, switching e redes para suportar a evolução da Internet, até as comunicações unificadas de voz, dados e vídeo e as tecnologias de segurança e mobilidade ou Data Center/Cloud, imprescindíveis para ajudar as organizações a aproveitar as vantagens da nova era da Internet of Everything.

Diferenciador estratégico

A Cisco é uma das companhias que mais fundos destina para inovação à escala global, de acordo com o organismo IEEE, tornando-se um importante diferenciador estratégico que permitiu manter a liderança na maioria dos setores tecnológicos onde trabalha.

No ano fiscal de 2012, a Cisco investiu um total de 5.500 milhões de dólares em I+D (12 por cento das receitas globais), mais do que qualquer dos seus concorrentes. Esta estratégia de inovação – apoiada por 21 centros de I+D espalhados por todo o mundo e mais de 25.000 engenheiros que desenvolvem novas soluções e tecnologias – está assente em três pilares:

  • Inovação orgânica mediante um amplo ecossistema aberto às ideias, onde se incluem programas internos (Tech Radar, iZone), concursos externos (iPrize) e a colaboração com os clientes, universidades e empreendedores de todo o mundo.
  • Cultura que fomenta e premeia a inovação, através de fundos dedicados (Technology Fund) e competições de prestígio (Pioneer Awards).
  • Aquisições, investimentos noutras companhias e acordos de colaboração acelerando o desenho de soluções e serviços inovadores para os clientes finais (a Cisco adquiriu mais de 150 companhias que contribuíram com cerca de 2.500 patentes).

Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário