Cisco ajuda sectores verticais a atingir transformação digital de sucesso

9504
1
Share:

Nos próximos cinco anos, a transformação digital fará desaparecer do mercado cerca de 40% das atuais empresas líderes. Além disso, 75% das ditas empresas ainda não mediram os riscos de não priorizar a sua estratégia digital. Quem o diz é o Centro Global para a Transformação Digital dos Negócios, uma iniciativa da Cisco e do Institute of Management Development (IMD) de Lausanne, na Suíça.

Para ajudar as organizações a ter sucesso nesta transição para a transformação digital, a Cisco acaba de anunciar quatro novas soluções digitais para quatro sectores verticais: fabrico, transporte, utilities e petróleo e gás. Estas soluções permitem aos clientes conectar máquinas e ativos, eliminar os silos de informação e digitalizar os dados de forma integrada em todo o negócio.

A Cisco acaba de apresentar também um novo portfólio de segurança específico para a Internet of Things (IoT) -Cisco IoT System Security- assim como serviços profissionais associados às soluções, proporcionados pela Cisco e pelos seus parceiros, concebidos para mitigar o risco e garantir o cumprimento das políticas e regulações.

Eliminando Barreiras

Para se manterem competitivas, as empresas dos sectores mencionados devem aumentar a sua produtividade, proporcionar mais valor e melhor serviço aos seus clientes. E alguns dos maiores obstáculos para conseguir esta eficiência são os silos operativos que separam as pessoas, as máquinas, os sistemas e a informação.  Eliminar estes silos que separam a informação da tecnologia operativa (OT, Operation Technology) através de uma arquitetura mais holística e interligada permite conectar as pessoas, otimizar a comunicação e agilizar as operações.

As novas soluções anunciadas são: 

  • Connected Machines para a Indústria Fabril, uma arquitetura conectada que facilita operações seguras, eficientes e visíveis. FANUC America e Cisco anunciaram a sua intenção de implementar a solução para facilitar a conectividade dos robots e analítica necessária para conseguir uma manutenção proactiva das máquinas. A Cisco também anunciou uma série de soluções em pacote com um preço económico –Factory Network, Factory Wireless e Factory Security- para simplificar e acelerar a digitalização da infraestrutura destas empresas.
  • Smart Connected Pipeline para as Indústrias de Gás e Petróleo, uma arquitetura conectada e altamente segura que proporciona às empresas de gás e petróleo um maior controlo sobre os seus gasodutos/oleodutos, ajudando a proteger os ativos contra acidentes ou ciberataques através de operações mais eficientes e seguras. A Schneider Electric e a Cisco estão a colaborar para levar a Smart Connected Pipeline ao mercado.
  • Substation Security para as Utilities, uma arquitetura conectada que facilita uma gestão altamente segura de subestações de energia elétrica para proporcionar serviços mais fiáveis e eficientes. Hoje, mais do que nunca, as estações elétricas devem adicionar camadas adicionais de proteção e segurança, além de cumprir as novas regulações.
  • Connected Mass Transit para os Transportes, uma arquitetura conectada que facilita uma maior mobilidade, segurança e melhores experiências para os passageiros. Através de uma arquitetura de rede convergente, baseada na plataforma Cisco IoT System, os sistemas de transporte podem otimizar os processos de automatização, colaboração, vídeo, conectividade Cloud-to-Fog e inteligência de negócio. Abarcando desde o centro de controlo até às estações, as autoestradas, as linhas férreas e os próprios veículos de transporte, a solução da Cisco situa a proteção e a segurança como pilar básico.
  • IoT System Security, portfólio de soluções que ajuda a obter uma conectividade, uma visibilidade e um controlo altamente seguros para contribuir para o sucesso das iniciativas IoT em todos os sectores. O portfólio Cisco IoT System Security compreende a segurança específica para a IoT através de um novo dispositivo dedicado que facilita a visibilidade das aplicações, o reforço das políticas e da defesa face a ameaças (ISA-3000) e uma solução de segurança para Serviços de dados Fog. Com este anúncio, a rede IoT pode agora atuar como sensor e para reforçar as políticas de segurança nos routers e nos switches, além de proporcionar soluções para a segurança física e através de câmaras de segurança vídeo, controlo de acesso físico e gestão e analítica avançada das imagens de videovigilância. A Cisco continuará a ampliar a sua oferta de segurança IoT Systems através de projetos inovadores e colaboração com parceiros chave como a Rockwell Automation.

Algumas das empresas que já estão a utilizar estas soluções digitais da Cisco e dos seus parceiros são o fabricante norte americano de alta tecnologia Flez (Connected Machines Pipeline), a empresa de utilities SCANA (Substation Security) e a cidade austríaca de Linz (Connected Mass Transit).


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário