CIONET elege tecnologias blockchain como principal driver de inovação no sector financeiro

9592
0
Share:

A CIONET apontou as tecnologias blockchain como principal driver de inovação no sector financeiro.

As tecnologias blockchain estão a ser exploradas e desenvolvidas a uma velocidade sem precedentes, apresentando níveis de adoção cada vez mais impactantes, as quais prometem revolucionar os processos de negócio no sector financeiro, nomeadamente banca de retalho, de investimento e mercados de capitais. Estas tecnologias estão a migrar progressivamente do seio de startups Fintech para as instituições financeiras tradicionais, o que brevemente causará alterações de fundo no contexto competitivo sector.

A migração deste hype das startups para o mercado financeiro já está em curso, e acontece em várias frentes, e em linha com as seguintes tendências/preocupações:

Blockchain Apps: a utilização massificada destas apps irá transformar toda a lógica de processos de negócio no sector financeiro. As “proofs of concept” que as instituições bancárias têm vindo a testar com parceiros estão cada vez mais perto de se tornarem reais e massificadas, sendo utilizadas nos serviços financeiros que os bancos tipicamente prestam como pagamentos internacionais, liquidações comerciais, entre outras afins.

Bitcoin: Esta criptomoeda, usa um sistema totalmente descentralizado, ou seja, Peer to Peer (P2P) o que torna todo o sistema “autorregulado”. É ironicamente “autorregulado”, justamente por não haver regulamentação formal da criptomoeda, a qual já é utilizada como meio de pagamento em vários estabelecimentos, como por exemplo hotéis.

Regulamentação e Segurança: Apesar de ainda continuar a funcionar como travão para os use cases atuais (tanto em blockchain como em bitcoin), as instituições financeiras que queiram implementar aplicações baseadas em cadeias de bloqueio irão exercer cada vez mais pressão sobre as entidades reguladoras. Estas tecnologias foram pensadas com o objetivo de aumentar a transparências dos processos financeiros e bancários, contudo, com o aumento da transparência surgem questões de segurança e privacidade de dados altamente complexas – um tradeoff  com soluções complexas quer ao nível tecnológico quer ao nível legal.

A CIONET irá divulgar em breve a data da edição de 2017 do evento “Lisbon Welcomes Fintech”. Rui Serapicos referiu que “a CIONET quer voltar a contribuir para a difusão da inovação sustentável do sector financeiro em Portugal, e voltar a juntar players nacionais e internacionais, nomeadamente VC’s, startups Fintech, entidades reguladoras e a banca de retalho e investimento, e se possível durante o WebSummit 2017.”

Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário